E SE FALTAR ESPAÇO NA INTERNET?


De fato, isso já está acontecendo.


Vint Cerf, Chief Internet Evangelist no Google e o pai da Internet, discute a próxima versão da Internet e explica por que precisamos dela.

Por que está começando a faltar espaço na Internet?

Assim como os telefones usam um sistema de números de telefone para efetuar as chamadas, cada dispositivo conectado à Internet recebe um número exclusivo conhecido como “endereço IP” que o conecta coma rede global on-line.

O problema é que o sistema atual de endereçamento da Internet, Internet Protocol v4 (IPv4), só tem espaço para cerca de 4 bilhões de endereços – longe de ser suficiente para os habitantes do planeta, sem falar nos dispositivos que estão on-line hoje e os que estarão no futuro: computadores, telefones, TVs, relógios, geladeiras, carros e por aí vai. Mais de 4 bilhões de dispositivos já compartilham endereços; com o esgotamento dos endereços IPv4 disponíveis, dispositivos e usuários da Internet precisarão compartilhar.

Como estamos abrindo espaço para crescer?

Está claro que a Internet precisa de mais endereços IP.Mais quantos, exatamente? Bem, que tal uns 340 trilhões de trilhões de trilhões (ou 340.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000)? É isso que cabe na nova “tubulação” da Internet, o IPv6. É o suficiente para que todos os habitantes do planeta tenham seus próprios bilhões de endereços IP. Em outras palavras, é suficiente para oferecer espaço infinito para a Internet crescer, de agora até o futuro previsível.

Quando vai acontecer a transição?

Substituir os encanamentos da Internet vai levar um tempinho. O lançamento mundial do IPv6, dia 6 de junho de 2012, marcou apenas o início de uma implantação coordenada pelos principais websites e provedores de serviços e equipamentos de Internet. No Google, acreditamos que o IPv6 seja essencial para o bem-estar e o crescimento contínuos da Internet e que, permitindo que todos os dispositivos conversem entre si diretamente, o IPv6 possibilita novos serviços inovadores.

Você não precisa fazer nada para se preparar, mas se estiver interessado em aprender mais sobre o IPv6 e como apoiar sua implementação, consulte algumas perguntas frequentes.

 

 

 

Perguntas frequentes

IPv4 é a versão atual do Protocolo de Internet, o sistema de identificação que a Internet usa para enviar informações entre dispositivos. O sistema atribui uma série de quatro números (cada um variando entre 0 a 255) a cada dispositivo. O IPv4 permite apenas 4 bilhões de endereços, e a Internet precisa de um espaço maior que esse. O IPv6 é a nova versão do Protocolo de Internet, que aumenta o número de endereços disponíveis a um total praticamente sem limites: 340 trilhões de trilhões de endereços.

Estão faltando endereços IPv4 na Internet. A transição para o IPv6 permite que a Internet continue a crescer e que serviços novos e inovadores sejam desenvolvidos, uma vez que mais dispositivos podem se conectar à Internet.

Assim como um número de telefone ajuda você a se comunicar com outro telefone, um endereço IP (abreviação para endereço de Protocolo de Internet) é fornecido a seu computador para que ele possa se comunicar com websites, serviços de Internet e outros dispositivos. Endereços IP são números exibidos como strings de letras e números, como, por exemplo 192.0.2.1 (para IPv4) e 2001:db8::1234:ace:6006:1e (para IPv6).

O Lançamento Mundial do IPv6, em 6 junho de 2012, organizado pela Internet Society, é o dia em que os principais websites e Provedores de Serviços de Internet (ISPs) participantes ativarão o IPv6 e começarão a transição do IPv4.

Você não precisa preparar nada para o IPv6; seus aplicativos e dispositivos funcionarão exatamente como antes. Essa mudança é para garantir que você possa continuar a usar a Internet no futuro da mesma forma que faz hoje.

A transição completa do IPv4 para o IPv6 demorará algum tempo, uma vez que todos os websites e Provedores de Serviços de Internet precisarão fazer a troca. Por enquanto, ambos os sistemas funcionarão juntos, até que o IPv4 não seja mais necessário.

Não, os serviços de IPv4 continuarão a operar como de costume.

Talvez você já esteja usando o IPv6. Visite ipv6test.google.com para descobrir. Muitos dispositivos que você usa já suportam IPv6; no entanto, os websites que você visita e seu Provedor de Serviços de Internet devem, primeiro, ativar o IPv6 para que você possa usá-lo.

A maioria dos principais websites e Provedores de Serviços de Internet já oferece suporte ao IPv6, mas há outros que ainda precisam realizar a troca. Se você gostaria de usar o IPv6, entre em contato com seu Provedor de Serviços de Internet e peça para fornecerem a você o acesso à Internet com IPv6. Você também precisa ativar o IPv6 em seu roteador doméstico ou fazer upgrade para um que suporte o IPv6. Para obter uma lista de fabricantes de roteadores doméstico que suportam IPv6, comece aqui.

A versão 5 foi reservada para o Protocolo de Fluxo de Internet, desenvolvida antes do IPv6. Ela não foi amplamente implantada e não será usada publicamente.

 

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 345 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: