CLAUDIO KAMBÉ

 

O ARTISTA:

 

 

 

 

Nome artístico: Cláudio Kambé

Atividades como pintor e ilustrador:

1975 – Jornal Panorama – Londrina, PR – Ilustrador
1976 – Diário do Paraná – Curitiba , PR – Ilustrador
1977/1980 – Folha de São Paulo – São Paulo, SP – Ilustrador
Folhetim e Folha Ilustrada
H. Versus/SP
Editora Ática – Ilustrações e capa do livro “Hora Inclinada”, de José Heipert
1981 – “Expressões”, exposição individual – Associação Comercial-Londrina, PR
1982/1983 – Prefeitura Municipal de Cambé – Programação Visual
1984 – “Minha Gente Boa”- Álbum com 15 desenhos – Ed. Imagem – Cambé, PR
1985 – “Expo Cláudio Kambé”- exposição individual – Fundação Cultural de Curitiba

1986 – “1o Salão Zumbi dos Palmares”- Associação dos Arquitetos de Londrina –
Coletiva Casa de Cultura de Londrina, PR
1987 – “Desenhos de Cláudio Kambé”- mostra individual realizada no Centro
Cultural de São Paulo
“Cerimonial da Canalhocracia”- mostra individual realizada no Bar
Avenida em São Paulo
Participação do 14o Salão Internacional de Humor – Piracicaba, SP
Participação do 44o Salão paranaense de Artistas Plásticos
1988 – Projeto “Nossa Gente Boa”- Secretaria do Estado de Curitiba
1989 – Portfólio na Revista Gráfica numero 23
Mostra realizada no Museu Guido Viaro – Curitiba, PR
“Um fabricante de imagens trágicas e tristes um arteiro dramático e sem
valor?”
Publicação de álbum de desenhos
1992 – Coletiva: Fiap 92 – Porto Galeria de Arte – Portugal
1994 – Exposição individual Centro Cultural Brasil España – Curitiba, PR
1995 – Fórum Interart – Roma, Itália
1996 – Exposição individual Galeria Solar do Rosário – Curitiba, PR
1998 – Exposição individual Espaço Cultural Woodsite
2000 – Exposição individual “Kambé Pinturas”(pintura em acrílico) Galeria Solar
do Rosário – Curitiba, PR
2006 –  Exposição e Lançamento do Livro “O Absurdo da Realidade”, no espaço
cultural da CEF
2007 – Exposição e Lançamento do Livro “O Absurdo da Realidade” no Museu
Oscar Niemeyer.
_______________________________________________________


mural no colégio medianeira. 21 m2.

——————————————————————-

 

 

detalhe do mural.

———————————————————-

 

 

 

detalhe do mural.

—————————————————————–

 

 

detalhe do mural.

———————————————————-

 

 

detalhe do mural.

——————————————————————-

 

 

the frontier in Mexico. pintura em acrílico.

————————————————————-

 

 

dupla face. em acrílico.

————————————————————-

 

 

da série  justiça para o livro de walmor marcelino. em acrílico.

————————————————————————–

 

 

 

baia de antonina.  em acrílico.

———————————————————–

 

 

da série don quixote. em acrílico.

————————————————————————-

 

 

conversas de amor. giz de cêra sobre papel. 66X96.

——————————————————————–

 

 

relações perigosas. acrílico sobre tela. 80 X 1,60.

————————————————————————-

 

 

seprocado. acrílico sobre tela. 50 X 75.

——————————————————————–

 

 

exumação da arte. acrílico. 60 X50.

———————————————————————–

 

 

o bardo errante” tela para manoel de andrade. acrílico sobre tela. 90X70

—————————————————————-

 

Maria Cecília Noronha, em “Arte no Paraná”: “Kambé consegue grandes espaços monocromáticos, criando zonas de contrastes que muito contribuem para aumentar a dramaticidade conferida aos seus perturbadores personagens (…) Nas suas obras mais recentes, o artista criou um mundo instigante de imagens, onde a preocupação com o seu momento histórico, embora não tenha desaparecido de todo, cedeu lugar a um expressionismo fantástico e simbólico (…) Imagens de um novo universo (…) Kambé tem buscado imagens símbolos que afetem a consciência do espectador, mas de maneira mais serena ou amorosa (…) Num misto de denúncia e sarcasmo, o expressionismo fantástico e simbólico de Kambé é uma obra erudita que provoca reflexão”.

 

Ênio Marques Ferreira, em “Cláudio Kambé: O Absurdo da Realidade”: “Ninguém duvida, porém, que, através da urdidura de baixa tonalidade cromática de sua obra, ele reconta, com a autoridade da testemunha que a tudo vivenciou, uma tosca fábula, cujo tema está profundamente arraigado à mais pura e autêntica realidade brasileira, fábula essa que já teria sido, um dia, contada por Guimarães Rosa ou Dalton Trevisan. Temos convicção de que esses registros de inegável individualidade técnica e artística continuarão vivos na recente leva de pinturas em acrílico sobre tela iniciadas pelo pintor (…) um artista moldado pela caminhada adversa e que nunca se vergou aos modismos e tendências de uma arte adocicada, mantendo-se autêntico.

 

Adalice Maria de Araújo, em “Cláudio Kambé – Desenhos”: “ Cláudio Kambé acredita no seu poder messiânico, na sua capacidade redentora de atuar como agente de transformação social e de levar o homem à reflexão. Porém, a arte que pratica não se amolda a um gênero histórico, ou a um objetivismo visual meramente descritivo. Muito pelo contrário. Embora  inspire-se em cenas e tipos que vê, em sensações experimentadas, ele implode as simples referências casuais, para ir ao âmago da questão. No ponto de vista estético, sua obra está intimamente relacionada com a sociologia e com a psicologia (…) Ao analisar o trabalho de Cláudio Kambé como um todo, conclui-se que se trata de um artista inconfundível (…) que é capaz de traçar em linguagem de alcance universal – um retrato veemente e trágico não só do Brasil como de toda a América Latina”.

 

Finalizando, nas palavras do próprio artista: “A arte precisa de liberdade de expressão para ter sentido”. Daí a importância de projetos culturais que possibilitem essa liberdade e o prosseguimento de trabalhos artísticos importantes para a nossa cultura.

 

 

EMAIL: palavreirosdahora@gmail.com

26 Respostas

  1. José Silvestre de Cristo | Resposta

    Lembro do Claudio Cambé no periodo em que ele buscava editar aus obras pela Secretaria da Cultura. Sei que ele públicou pelo Banco do Brasil, mas não consegui um exemplar. Parabéns Kambé… você e muito talentoso.
    José de Cristo.

  2. Claudio como vc está?Sou eu sua prima de Matão Zilda…saudades demais de vc,perdi seu número de celular,preciso reencontrá-lo saudades demais de vc meu primo.

  3. Kambé nao se lembra de mim, sou Nilmar , moro em Ldna agora, mas conheci, o Wilsom, dna Cida, e seu Adilson, lembra saudades daquele
    tempo abraços.

  4. Erothildes Ananias de Medeiros | Resposta

    OI kambé
    Adorei te reencontrar e ver os seus trabalhos recentes e o desenvolvimento da sua arte.
    Estou morando em Bragança Paulista. Fone: cel. 7085 5432
    meu email: tidamed@gmail.com
    Beijos
    Tida

  5. kambé, fiquei muito feliz de ver a evolução do seu trabalho e sua carreira, gostaria muito de te ver.
    Beijão Tida.

  6. Olá kambé!
    Tive dúvidas se você era realmente quem eu procurava, mas ao ver seus trabalhos, elas se dissiparam, pois a muitos anos a Mirian me levou um trabalho seu para eu ver e e agora vendo sua página, reconheci seu trabalho, era o desenho de um carrocel em giz pastel, se lembra?
    Pois bem, gostaria de saber noticias da Miriam, você tem o email dela e poderia me passar.
    Meu nome é Ana Lucia e trabalhei com ela em Ctba. Eu a pegava juntamente com o Júlio que foi meu aluno para irmos ao Morelli.
    Se puder me ajudar agradeço.

  7. O Claudio Kambé esta para a arte assim como Albert Einstein esta para a Fisica.
    A cidade Roma tem saudades de vc.

    um abraço

  8. Grande Kambé…. otimo tempo que caminhavamos pelas ruas de Roma.
    grande pessoa e grande artista

    um abraço

    Sergio R B Archer

  9. Voce pode me passar o email do Cambé ( agora Kambé ), por favor? Gostaria de falar com ele, sou uma conhecida dele.

    1. Sonia, gostaria também do email do Claudio, voce arrumou ? Estou procurando também o do Nani Gois, voce teria ? Bjs, Sato ( fsato45@hotmail.com )

  10. Conheci o kambé e virei seu fã obrigado pelo presente um abraço….

  11. Vidal… primeiro, parabéns pelo seu trabalho, teu site acompanho diariamente. Está muito bom, companheirão! Ah… preciso do e-mail do Kambé… me mande… por favor… Um abração… Se precisar de mim… estou a tua disposição…
    Macedo

  12. maravilhoso um abrço do seu amigo J Roberto FEEB PR

  13. kambé fale com o edu,, tem o meu contato….
    saudades gente boa….

  14. Está imperdível a exposição do BENDITO KAMBÉ, no espaço cultural BRDE (antigo casarão da IBM na João Gualberto). A mostra recebe um pouco daquela verve cáustica que incomoda a muita gente. Kambé está cada vez melhor… e mais velho e mais chato também…. mas continua com aquele coração imenso para com os amigos…. Parabéns ao amigo!!!!!!!!!!!!!!

  15. kambeeeeeeeeeeeeeé..
    o amigo…voce ai na nossa guerrra de cada dia..
    amei o seu trabalho…muitas saudades viu?muita coisa para eu ouvir e prá falar……
    de coração……

  16. Olá caro primo Claúdio, passei aqui p/deixar um recado entre em contato conosco ,preciso muito falar contigo…Beijos , e o Júlio como está ?mande notícias aqui p/ Matão ok ?

  17. Nossa! fiquei estupefata… Segall brasileiro! Que imaginação! Ma-ra-vi-lho-so!

  18. Lembra Kambé,em Jacarezinho,quando participamos como juri do sãlão de arte em Jacarezinho,faz tempo… e lá pelas tantas, uma senhorinha, de sombrinha colorida te abordou,perguntando se vc não era o filho da D. Mariazinh, que havia desaparecido , etc…etc… e vc disse que era, e que tinha retornado etc… levou o maior papo, com a senhorinh, ela ficava te olhando, toda feliz, você é um maluco mesmo! Aí eu falei a vc…Tá ai Kambé mais un de seus personagens, p / seus desenhos.. a mulher era mesmo um desenho do Kambé… Abraço. Mazé

  19. Oi ,aqui é a Gaia,até que enfim achei voce,faz tempo que estava procurando,pelo menos para matar a saudade do seu rosto,se voce responder vou mandar uma foto da minha familia querida.Estamos bem!A Violeta mora em Sao José dos Campos,A Carolina mora em Ribeirao Preto e eu Moro em Batatais,e o Julho está bem?Muitas saudade dele e de voce tambem,espero do fundo do coraçao que voce responda.Beijos.

  20. SERÁ QUE A VELHINHA QUE ESTAVA COMPRANDO PÃO AS 7:00H DA MANHÃ, NUMA PADARIA PERTO DO BAR HERMES…E QUE SÓ TINHA O DINHEIRO DO PÃO…SABIA QUE O MOÇO QUE SE ENCONTRAVA AO LADO DO CAIXA…ÉRA O ARTISTA KAMBÉ?
    ABRAÇO

  21. onde comprar quadros do KAMBÉ?????

  22. Sou professroa de uma escola particular em londrina. Todos os anos fazemos um projeto sobre obras de arte. este ano vamos começar com quadros que lembrem brincadeiras infantis. E eu vi alguns quadros do kambe no programa museus. Gostaria de recebr=er imagens desta de alguma obra deste tipo. obrigado

  23. Parabéns pela exposição dos trabalhos do Kambé!!!

    A nossa simples admiração é pouca, deveríamos consumí-lo, ou seja, bebe-lo se fosse líquido!!!

    Abraços!!!

  24. estamos repassando seu email para o kambé. grato pela visita e volte sempre.
    abraço,

    palavreiros da hora

  25. Lindo o trabalho do Claudio kambé. Gostaria de fazer contato com ele. Gostaria que fosse fornecido um email ou fone ou repassado meu email. Grata.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 391 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: