AÇUCENAS LUZIDIAS – poema de namibio ferreira/Angola*

Açucenas luzidias
zumbindo
encrespam os jardins de espuma.
É Novembro.
Isto era em novembro
quando capim de muitas esperanças
………………………………………………………………
-Quando vêm as açucenas ser a flor
branca de paz
luzindo Novembro de ano inteiro?
*no dia da consciência negra este espaço homenageia com um poema de um dos maiores poetas africanos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: