LETÍCIA SABATELLA versus CIRO GOMES

Resposta de Letícia Sabatella a Ciro Gomes: 
Caro deputado Ciro Gomes, antes de visitar frei Luiz Cappio em Sobradinho, tinha conhecimento desse projeto da transposição de águas do Rio São Francisco, através da imprensa, , das quais participei a convite de minha querida amiga, a ministra Marina Silva. Há alguns anos, quieta também, venho escutando pontos de vista diversos de ambientalistas, dos movimentos sociais, de nossa ministra do Meio Ambiente e refletindo junto com o Movimento Humanos Direitos (MHuD), do qual faço parte. Acompanho a luta de povos indígenas e ribeirinhos, sempre tão ameaçados por projetos de grande porte, que visam a destinar grande poder para um pequeno grupo em troca de tanto prejuízo para esses povos, ao nosso patrimônio social, ambiental e cultural.
 
Acredito que devam existir benefícios com a transposição, mas pergunto, deputado, quem realmente se beneficiará com esta obra: o povo necessitado do semi-arido ou as grandes irrigações agrícolas e indústrias siderúrgicas? Afinal, a maior parte da água (bem comum do povo brasileiro) servirá para a produção agrícola e industrial de exportação e apenas 4% dessa água serão destinados ao consumo humano.
 
Sabendo do desgaste que historicamente vem sofrendo o rio, necessitado de efetiva revitalização, sabendo do custo elevado de uma obra que atravessará alguns decênios até ser concluída e em se tratando de interferir tão bruscamente no patrimônio ambiental, utilizando recursos públicos, por que razão, em sendo sua excelência deputado federal, este projeto não foi ampla e especificamente discutido e votado no Congresso? Por qual motivo essa obra tão “democrática” foi imposta como a única solução para resolver a questão da seca no semi-árido quando propostas alternativas, que descentralizam o poder sobre as águas, não foram levadas em consideração? No dia 19 de dezembro de 2007, o que presenciei na Praça dos Três Poderes, em Brasília, foi a insensibilidade do Poder Judiciário, a intransigência do Poder Executivo, e a omissão do Congresso Nacional. Será que não precisamos mesmo falar mais sobre democracia republicana, representativa? Ou melhor, praticar mais?
 
Quanto ao gesto de frei Luiz, sinto que o senhor não age com justiça, quando não reconhece na ação do frei uma profunda nobreza. Sinto muito que o senhor ainda insista em desqualificálo. Por tê-lo conhecido e com ele conversado, participado de sua missa na Capela de São Francisco junto aos pobres, pude testemunhar sua alma amorosa e plena de compaixão humana, pastor de uma Igreja que mobiliza e não anestesia, que ajuda a conscientizar e formar cidadãos. Ele vive há mais de trinta anos entre ribeirinhos, indígenas, trabalhadores rurais, quilombolas e é por eles querido e respeitado.
 
Conhece profundamente as alternativas propostas pelos movimentos sociais, compostos por técnicos e estudiosos que há muitos anos pesquisam o semiarido.
 
Uma dessas alternativas foi proposta pela Agência Nacional de Águas, com o Atlas do Nordeste, que foi objeto de seu debate com Roberto Malvezzi, da Comissão Pastoral da Terra, cuja honestidade intelectual o senhor publicamente enalteceu em seminário realizado na UFF. Ele mostrou que o projeto da ANA custaria R$ 3,3 bilhões, metade do custo da transposição, beneficiando com água potável 34 milhões de pessoas, abarcando nove estados: então, por que o governo não levou em consideração esta opção mais barata e mais abrangente? Infelizmente, caro deputado, Dom Cappio não exagerou quando decidiu fazer seu jejum e fortalecer suas orações para chamar a atenção de todos à realidade do povo nordestino. O governo do presidente Lula optou por um modelo de desenvolvimento neocolonial que, dando continuidade à tradição de realizar grandes obras para marcar seus mandatos, sacrifica o povo com o custo de seus empreendimentos, enquanto o que esperávamos deste governo era a prática de uma verdadeira democracia.
 
Rio de Janeiro, 20 de dezembro de 2007

LETÍCIA SABATELLA 
 
jornal O Globo 21 de dezembro de 2007

 

ciro gomes e letícia sabatella. foto sem crédito. ilustração do site.

19 Respostas

  1. Jose Luiz da Silveira Ballock | Responder

    Trabalhei muito tempo em manutenções preventiva e corretiva em Usinas Hidroelétricas e sei bem das reinvindicações e necessidades dos riberinhos e dos alagados, resultantes das represas construidas para a usinas hiroelétricas.
    É um paradoxo, de um lado, as usinas hidroelétricas trazem conforto, trabalho e progresso para o ser humano, mas por outro agride a natureza violentamente, há impacto ambiental agudo, afeta todo entorno, pessoas, animais, árvores etc. e há uma certa morosidade em atender estas pessoas.
    Também estive em aldeias de nativos do Brasil (índios), nas Regiões Centro Oeste, Nordeste e Sul e fiquei surpreso, boa surpresa por sinal, de algumas interferências positivas desta talentosa atriiz. em assuntos indiginas.
    Com relação a transposição do rio Sâo Francisco, fico com a postura de Leticia Sabatella, e teço elogios pela firmeza ideológica, de opinião e conhecimento, desta renomada atriz brasileira, coisa rara hoje em dia, a defesa, a manutenção de opinião, sem afastar um milimitro.
    Parabéns para nós.
    Abraços,
    José Luiz da Silveira Ballock
    Niteroi, RJ

  2. José Vicente Martins da Silva | Responder

    Não há duvidas sobre a “pobreza” que devemos atribuir a vossa excelência Lula sobre o que ele está fazendo com nossa pátria tão linda quanto a atriz Letícia Sabatella. Uma pátria chamada Brasil que possue uma atriz que verdadeiramente podemos dizer ser brasileira. O motivo único é que preocupar-se com o social é antes de mais nada acreditar na nossa pátria. Acreditar que possue pessoas interressadas no Brasil para também e essencialmente os mais necessitados. Acredito na nossa pátria, acredito que existem pessoas como a atriz Letícia Sabatella que está fazendo o melhor, pois ela ainda tem que conseguir horário na agenda de atriz para participar de considerações que esse “coronel” Lula está fazendo, política da mais retrógrada espécie, um exemplo é esse caso da transposição do nosso querido rio São Francisco.
    Viva as pessoas que nasceram corretas como a atriz Letícia Sabatella!

    Um abraço bem bacana a essa exemplo de mulher responsável também com as causas sociais. Um eterno abraço para Letícia Sabatella.

  3. Gostaria imensamente de dar os parabens a nossa querida amiga e compatrióta Letícia Sabatella, que além de ser uma linda mulher e maravilhosa atríz, é antes de tudo uma pessoa sempre preocupada com as questões sociais e políticas, no sentido de cobrar das altoridades competentes, providências e projetos, que visem preservar nossa cultura ,nossa natureza, já tão sofrida pelos impáctos ambientais, de pessoas preocupadas apenas nos lucros, se esquecendo que também fazem parte deste planeta Terra, de políticos corrúptos, que mercadeja a o Brasil sem pensar nas conseqüências, para o nosso povo que vivem as margens e a mercê da “boa vontade”desses governantes pobres de espirito, que nem em Deus pensam, na hora de prejudicar seu semelhantes em função de benefícios próprios. Reralmente Letícia é uma lástima vermos nosso país, sendo vendido e manipulado, por governantes medíocres e sem moral. Parabens pela sua postura frente essas questões, vc é D+, te amo, bjs. Luthi.Do seu amigo.

  4. correção, Luthi.

  5. Gostaria imensamente de dar os parabens a nossa querida amiga e compatrióta Letícia Sabatella, que além de ser uma linda mulher e maravilhosa atríz, é antes de tudo uma pessoa sempre preocupada com as questões sociais e políticas, no sentido de cobrar das altoridades competentes, providências e projetos, que visem preservar nossa cultura ,nossa natureza, já tão sofrida pelos impáctos ambientais, de pessoas preocupadas apenas nos lucros, se esquecendo que também fazem parte deste planeta Terra, de políticos corrúptos, que mercadeja a o Brasil sem pensar nas conseqüências, para o nosso povo que vivem as margens e a mercê da “boa vontade”desses governantes pobres de espirito, que nem em Deus pensam, na hora de prejudicar seu semelhantes em função de benefícios próprios. Reralmente Letícia é uma lástima vermos nosso país, sendo vendido e manipulado, por governantes medíocres e sem moral. Parabens pela sua postura frente essas questões, vc é D+, te amo, bjs. Luthi.

  6. Gostaria de comprar o livro de Manoel Bonfim Ribeiro… onde comprar???

  7. Porque será que outras personalidades de destaque não se
    manifestam contra esta traição que o PT, o Sr. Ciro Gomes e
    os desertores do socialismo tramam contra a nação. É um projeto descomunal, altamente lesivo e criminoso contra a natureza e os públicos. Alguém deveria fazer alguma coisa para deter a cobiça politiqueira desse torneiro mecânico.

  8. Ciro Gomes é um traidor de seus eleitores. Essa defesa dele da transposição tem com certeza interesses outros.

  9. O Senhor Ciro Gomes é um politico que não está muito preparado para a democracia. Sabemos do seu empenho quando era Ministro para que este projeto fosse aprovado . Leticia Sabatella além de ser uma grande atriz está demonstrando ser uma cidadão brasileira com coragem e determinação . NOSSO PAIS NECESSITA DE MUITAS LETICIAS ….PARABÉNS !!!

  10. A Letícia realmente não faz nada disso para aparecer.
    Sua preocupacão com a transposicão é genuína.
    É uma honra ser contemporânea dessa brasileira que nos orgulha não só por seu talento e sua contribuicão à teledramaturgia brasileira. Mas principalmente por seu espírito engajado em defender as questões sociais, tentando ajudar o povo sofrido deste país, sem medir esforços ou sacrifícios.
    Letícia, estamos com você!

  11. Concordo plenamente com a Letícia e acredito que quando o deputado cita outros artistas e diz: “partilhe com eles esta cartinha” é de uma ironia palpável!!
    Letícia antes de ser artista é uma cidadã engajada socialmente e não precisa disso para “aparecer”, como insinuaram.
    E, para encerrar, um ditado que nessa situação soa infeliz mas verdadeiro: amanhã não adianta chorar sobre o leite (rio) derramado (devastado).

  12. Deixa eu demonstrar assim. Letícia diz que apenas 4% da água desviada pelo projeto vai ser usada realmente pelos nordestidos do semi-árido. 12 milhões de pessoas. O Ciro disse exatamente isso que o projeto iria levar desenvolvimentos e água para o nordestino. 4% da vazande da transposição representa 2.592 m3 por habitante. Ciro informa que a OMS indica que a quantidade de água necessária para um humano virer dignamente é de 1.500 m3 por ano.
    ninguém se contradisse. Tanto Ciro quanto Leticia estão falando a mesma língua. O que percebi é que Letícia não quer ouvir.
    Ciro manda uma carta para ela e autoriza ela dividir a missiva com alguns companheiros dela (dá nomes os nomes das pessoas).
    Em momento nenhum ele disse que queria ver uma polêmica estampada nas páginas de um jornal de circulação nacional.
    Se quizesse teria feito uma carta aberta e publicado em algum jornal.
    Letícia. Você errou. Creio que goste do Padre. É direito seu. Mais expor a figura de uma pessoas como Ciro Gomes é ruim. Saiba Letícia o que estou falando agora, se fosse ao contrario me daria razão, tenho certeza.
    Reflita. Não é assim que o Brasil vai ser mais democrático.

  13. Persiste a pergunta de Ciro: e se outro de nós (padre ou não) resolver também fazer greve de fome, agora em prol do projeto?

  14. Concordo com Letícia em todo seu ponto de vista. Mas acredito que o Sr. Ciro Gomes quis aparecer quando endereçou sua carta a tão talentosa e inteligente atriz. Ele poderia dormir sem essa carta resposta.

  15. Uam análise sobre o crime da Transposição

  16. Quero mandar meu livro sobre Transposição do S. Francisco mostrando que o Nordeste tem 37 bilhões de m3 de água
    . A Transposição é um crime de lesa-pátria. Peço endereço pra remeter o meu livro para Leticia Sabatella

    1. Estou tentando esse caminho para saber onde encontro o livro de Manoel Bonfim Ribeiro…. A potencialidade do semi-árido brasileiro. Não achei, talvez o autor possa indicar. Peço desculpa pela forma e jeito de intromissão.

  17. Quando eu li a Carta do Ciro a você Letícia, fiquei muito ancioso para ver a tua resposta, e conhecendo você como eu conheço, sabia que não poderia ser outra respota se não fosse essa a VERDADE.
    Sou bailarino e coreógrafo de profissão, sei da importância que nossa profissão tem para com o social, mas também sei daquilo que faz parte da gente por natureza, a luta por um mundo justo igualitário, fraterno e socialista.
    Conte comigo nesta ardua tarefa.

  18. Concordo absolutamente com a Letícia.
    Acredito que nosso pais não precisa ficar se mostrando ao mundo pelas obras grandiosas e espetaculosas de nossos governantes.
    Precisamos ser um país que equilibrado emocional, política, financeira, etc. Temos tantos problemas para resolver. Problemas para resolver mesmo com a comunidade. Não adianta resolvermos problemas da elite ou de empresas. Enquanto isso o povo sofre e morre por causa de omissões e outras coisas mais.
    Meu desejo neste final de ano é que o Brasil seja um Brasil forte, unido. Que tenhamos igualdade como seres humanos.
    Um Brasil sem seres verdadeiramente humanos não pode existir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: