GÊNESIS e outras histórias – por artur de carvalho

– A verdade é que a humanidade não tem jeito mesmo, deve ser um defeito genético!

– É verdade, é verdade…

– Veja só esse negócio do Abel.

– Abel? Que Abel?

– O Abel, aquele que matou Caim.

– Ah, sei… mas não foi o Caim que matou o Abel?

– Hum, pode ser, mas isso não importa. O que eu estou querendo dizer é o seguinte. Veja bem. Naquele tempo do Caim e do Abel tinha só quatro pessoas no mundo, certo?

– Quatro?

– É, ué. O Abel, o Caim e os pais deles, o Adão e a Eva.

– Ah é, o Adão e a Eva, eu tinha esquecido deles.

– Pois então. Quatro pessoas no mundo. E o que é que acontece? Um deles mata o outro. O que quer dizer que naquele tempo, um quarto da humanidade era composto de assassinos.

– Um terço.

– Como assim, um terço?

– Um terço, ué. Um deles não morreu? Ficaram só três.

– Puxa vida. É mesmo! Um terço! O que só vem reforçar ainda mais a minha tese. Como é que uma espécie pode dar certo se ela já começou com um terço de assassinos fratricidas e…

– Frati o quê?

– Fratricida. O cara que mata o próprio irmão.

– Ah.

– Pois então, se a humanidade já começou com um terço de fratricidas, como é que podia dar certo? Não podia. A coisa vem da genética mesmo. Pra você ter uma idéia, é a mesma coisa de, hoje em dia, dos seis bilhões de habitantes que a Terra tem, dois bilhões deles serem assassinos! Já pensou numa coisa dessas? Dois bilhões de assassinos andando por aí, prontos para matar até o próprio irmão?

– Já imaginou só que coisa horrível?

– Pois não precisa imaginar nada. Olha só aí em volta e vê a porcaria que está. E é tudo por causa desse negócio do Caim matar o Abel. O ser humano já nasceu estragado. Todos nós temos no sangue o DNA de um assassino!

– E isso sem contar outras coisas.

– Que coisas?

– O Caim, ele teve filho com quem?

– O Caim? Bem, sei lá, com uma mulher, evidentemente.

– E qual era a única mulher que estava ali, disponível no momento?

– Minha nossa senhora! A Eva! Rapaz, a coisa é ainda pior do que eu imaginei!

– É verdade, é verdade…

 desenho do autor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: