A MULHER BOAZINHA por martha medeiros / porto alegre

Qual o elogio que uma mulher adora receber?
Bom, se você está com tempo, pode-se listar aqui uns setecentos:
mulher adora que verbalizem seus atributos, sejam eles físicos ou morais.
Diga que ela é uma mulher inteligente, e ela irá com a sua cara.
Diga que ela tem um ótimo caráter e um corpo que é uma provocação,
e ela decorará o seu número.
Fale do seu olhar, da sua pele, do seu sorriso, da sua presença de espírito,
da sua aura de mistério, de como ela tem classe:
ela achará você muito observador e lhe dará uma cópia da chave de casa.
Mas não pense que o jogo está ganho: manter o cargo vai depender da sua
perspicácia para encontrar novas qualidades nessa mulher poderosa, absoluta.
Diga que ela cozinha melhor que a sua mãe,
que ela tem uma voz que faz você pensar obscenidades,
que ela é um avião no mundo dos negócios.
Fale sobre sua competência, seu senso de oportunidade,
seu bom gosto musical.
Agora quer ver o mundo cair?
Diga que ela é muito boazinha.
Descreva aí uma mulher boazinha.
Voz fina, roupas pastel, calçados rente ao chão.
Aceita encomendas de doces, contribui para a igreja,
cuida dos sobrinhos nos finais de semana.
Disponível, serena, previsível, nunca foi vista negando um favor.
Nunca teve um chilique.
Nunca colocou os pés num show de rock.
É queridinha.
Pequeninha.
Educadinha.
Enfim, uma mulher boazinha.
Fomos boazinhas por séculos.
Engolíamos tudo e fingíamos não ver nada, ceguinhas.
Vivíamos no nosso mundinho, rodeadas de panelinhas e nenezinhos.
A vida feminina era esse frege: bordados, paredes brancas,
crucifixo em cima da cama, tudo certinho.
Passamos um tempão assim, comportadinhas, enquanto íamos alimentando um
desejo incontrolável de virar a mesa.
Quietinhas, mas inquietas.
Até que chegou o dia em que deixamos de ser as coitadinhas.
Ninguém mais fala em namoradinhas do Brasil: somos atrizes,
estrelas, profissionais.
Adolescentes não são mais brotinhos: são garotas da geração teen.
Ser chamada de patricinha é ofensa mortal.
Pitchulinha é coisa de retardada.
Quem gosta de diminutivos, definha.
Ser boazinha não tem nada a ver com ser generosa.
Ser boa é bom, ser boazinha é péssimo.
As boazinhas não têm defeitos.
Não têm atitude.
Conformam-se com a coadjuvância.
PH neutro.
Ser chamada de boazinha, mesmo com a melhor das intenções,
é o pior dos desaforos.
Mulheres bacanas, complicadas, batalhadoras, persistentes, ciumentas,
apressadas, é isso que somos hoje.
Merecemos adjetivos velozes, produtivos, enigmáticos.
As “inhas” não moram mais aqui.
Foram para o espaço, sozinhas.

42 Respostas

  1. Eu queria entender porque mulheres casadas querem se sentir tao atraentes?

    1. Porque independente de ser casada ou não, no fundo, uma mulher vai sempre querer se sentir desejada.

  2. Ao ler o texto da Martha Medeiros, fico a pensar: Como ela descobriu que eu penso assim ou me sinto assim…Danada! Uma fera de escritora!
    E a beleza das suas palavras também pode ser entendida quando vimos a beleza dessa grande mulher. Sou fã.

  3. ldesiderati@hotmail.com | Responder

    Adoro os artigos da Martha, ela entra dentro do nosso eu sem nos conhecer, isto é um dom.Parabéns amiga por este dom que Deus te deu e continue, para que possamos crescer mais ainda como mulher.Abraços.Lena Desiderati.

  4. É impressionante como a Martha tem a capacidade de expressar os nossos pensamentos sem nos conhecer…..
    Eu não leio seus textos, devoro-os, pois nunca tenho dúvida que irei encontrar surpresa, emoção ,sátira, critica, sensibilidade, tudo misturado, ou melhor , orquestrado com maestria.
    Efim, pura arte da escrita .Brilhante!!
    Sinto como se estivéssemos sentadas em um café , tomando um bom vinho ou chopp, não importa , e jogando palavras como grandes amigas.
    Seguirei teus passos , ou melhor , teus textos..bjs
    Eunice -Floripa

  5. janaina marqueti roncatto | Responder

    sou fã assídua de tuas crônicas, me identifico com a forma expressa tão simplificada, isto é um dom. Deus te ilumine sempre.

  6. Olha adorei vc sabe o que dizer e como se expressar adorei o seu texto bjs

  7. Me identifico, principalmente com o senso de humor da Martha Medeiros….ela é ótima….amei o texto….

  8. Conheço os textos da Martha há muitos anos, e amo tudo que ela escreve. Seu jeito de pensar sempre tem o dom de nos por pra cima, de nos lembrar que podemos fazer a diferença! Já fui boazinha por um longo período da minha vida, e tive muitas decepções por conta desse comportamento. Hoje não faço questão de rótulos politicamente corretos, estou dando preferencia a ser uma pessoa JUSTA!
    Adorei ter encontrado este site, estou fora do Brasil há dois anos e estava sentindo muito a falta de ler seus artigos.

  9. Esse é um dos seus textos que eu mais gosto. Me encaixo perfeitamente. Parabéns por esse dom da escrita! (:

  10. Não sei não, acabei de ser apresentada oficialmente a Martha, embora já conhecesse o Texto Mulherão, que recebi pela internet, e sinceramente achei “bonzinho”, mais diante dessa crítica ao “inho”, nem sei o que dizer. Ler é sempre bom, faz bem a saúde , desenvolve o senso crítico. bla bla blá,ainda estou conhecendo.

  11. Olá…boa tarde.

    Me comunicaram muito bem sobre esse artigo, mas infelizmente achei-o horrível.

    Uma generalização das mulheres, conseito pessoal e cultura.
    Não concordo!!!Mulher que é mulher de verdade não agarra um homem por um dia ou por um tempo e sim o conquista só pra si durante toda a vida.

    Sou boazinha, inconformada, inteligente, namorada e aliás…dou ofertas para igrejas, se puder cuido dos sobrinhos e nem assim deixei de ser considerada o que esse artigo diz ser…MULHER!Porém, com muita honra,dignidade e respeito.

    bjsss

  12. suzi rodrigues vieira bello | Responder

    Martha voce escreve o que toda mulher gostaria de expressar. Voce fala por nos.

  13. Conheço os textos e frases da Martha Medeiros a pouco tempo …mas coisas boas não precisam de muito tempo para se tornar apaixonantes….AMO… cada vez que leio um texto dela me surpreendo…quanta sensibilidade e verdade…todos são otimos mas tem um que é especial…A DOR QUE DOI MAIS… saudade!!!…..estou passando por um momento que a saudade dói mais que pedra nos rins..rsrs mas vou superar,assim espero, chega uma hora que a gente percebe que a pessoa não é mais digna de nossa saudade…nem mesmo do nosso odio…..
    MARTHA…que Deus continue lhe dando inspiração para fazer mais textos e frases que dizem tanto da realidade de muitas pessoas………parabens!

  14. Mariângela Portela da Silva | Responder

    Martha escreve muito bem e desenvolve seu “canto de sereia” competentemente. Sou fã de seu estilo e adoro ler suas crônicas. Mas às vezes não me identifico com o argumento, como no caso desta.
    Não acho que as mulheres eram “inhas”, nem sequer boazinhas. Historicamente, mesmo oprimidas, mulheres sempre foram fortes, e quando podiam colocar de fora suas “asinhas”… ninguém segurava… Também não sei se devemos valorizar tanto assim a forma como as mulheres ingressaram no mundo do trabalho, reproduzindo o falido modelo masculino.
    Em outra crônica de Martha, “Mamãe Noel” discordei de cabo a rabo de sua abordagem que achei machista (veja você!!!). Ao longo de minha vida vi (e vejo) muitos homens “papais noéis” legítimos, que se desmancham para trazer alegrias a crianças, conhecidas ou não, que rodam meio mundo atrás de presentes, que sobem no telhado pra encher de luzes a noite de Natal, que promovem bons momentos de alegria… nem concordo que sejam as mulheres as animadoras das festas familiares. Mas é fato, que são as mulheres que pegam no pesado qdo o assunto é limpar, lavar, cuidar de crianças.
    Valorizar a mulher em seu jeito de ser e sentir não passa necessariamente por mistificar nossas virtudes, nem por negá-las, mas por defender nosso direito de sermos “diferentes’ dos homens. Devemos refletir que somos nós, mães e educadoras de meninos e meninas que reproduzimos a educação desigual, preconceituosa e sexista que ainda predomina. E neste modelo ainda há espaço para muita gente “inha” .

  15. AMO TUDO QUE ESCREVE , FALA PARA ALMA FEMININA , FAZ COM QUE A GENTE SE ENTENDA E SE EXERGUE…!!! PARABÉNS!!

  16. Fui apresentada a esta grande Escritora a poucos dias, adorei seus escritos, fala com grande sabedoria das mulheres modernas, viajo nos seus textos, isso parabéns, continue sempre escrevendo e falando o que muitas mulheres gostariam de dizer e vc fala por nós, como diz minha amiga Cora Coralina: ” Quebrando pedras e plantando flores! mas prosseguindo sempre…!!! PARABÉNS MARTHA.

  17. “Cara de pau” tem realmente o livre arbitrio de opinar, não é obrigado a aceitar ou a gostar.
    Mas dizer que é desequilibrada a pessoa que escreve, e as que seguem já é demais. Tenha respeito aos que gostaram e principalmente a essa renomada escritora;
    Acredito que cada uma aqui se identificou com essas palavras; e se as pessoas que leram gostaram e se sentiram bem, quem é você para julgar, certo?
    Ela realmente fala com o coração, com os nossos corações, diz o que se passa dentro dele as quais não conseguimos dizer, mas GRAÇAS A DEUS, ela usa muito bem de seu dom para fazer isso por nós. 🙂

  18. É por isto que os psiquiatras estão cada vez mais com seus consultórios lotados, porque gostam de seus discursos perdidos, desculpe-me mas pra mim és uma pessoa desequilibrada e contigo carregas outras tantas ao lerem teus textos, deves estar ficando rica falando apenas o que as pessoas gostam de ouvir para fugirem de suas realidades, podias utilizar melhor teu dom, é uma lástima jogares fora esta oportunidade maravilhosa que Deus lhe deu, fazendo com que as mulheres se percam ainda mais!

  19. EU AMEEEEI! ESSA FOI DEMAIS!

  20. EU SOU TANTAS EM UMA SÓ….. MAS A MARTHA MEDEIROS É QUEM ME DEFINE COMO REALMENTE SOU…..

  21. Martha…admiro o que vc escreve…vc escreve com o coração, com o seu coração e o que está dentro do coração de cada mulher…
    PARABÉNS e obrigada por nos presentear com palavras maravilhosas.
    Sonho em te conhecer pessoalmente e te abraçar.
    beijos

  22. Admiro seus textos e os acompanho sempre!!
    Suas palavras são maravilhosas.
    Parabéns!

  23. Amo TODOS os textos da Martha. Suas crônicas são realmente um presente.

    OBRIGADA!!!

  24. Martha, Martha!!! Sempre MARAVILHOSA!!! Obrigada por nos presentear com as suas crônicas maravilhosas e o seus poemas que sempre revelam, não só a sua, mas alma da mulher contemporânea e antenada.

  25. Francisco Claudimir Santos | Responder

    E otimo achar vc na internet pq a 8 anos antes li teu livro TREN BALA q é otimo e fico feliz em entrar no site quase q diariamente beijos e sucesso…

  26. Apesar de preferir as boazinhas, não tenho outra opção…

  27. Apesar de prefirir as bozinhas, não tenho outra opção…

  28. O nome correto desta crônica é “As boazinhas que me perdoem”

    Está publicada no livro Trem Bala.

  29. Martha! Amei o texto. Queria saber se um texto sobre DESAPEGO é teu mesmo. Postei no meu blog pois recebi de alguém, não lembro quem, como sendo teu!
    O que escreves vai DIRETO ao coração!

  30. Achei muito, muito boa este texto. Me lembrei do conto:Mãe boa demais do livro “Mulheres que correm com lobos.
    Alias você poderia comentar este conto é muito bom.
    Estou lendo seu livro “Doidas e Santas, estou amando, mas tem uma cronica que amei mais ainda que é:Balançando estrutura da pg. 179.
    Obrigada seus textos são muito bons.
    Inez.

  31. show de bola,conheço os textos da Martha muito tempo,ela tienha ou tem ,textos publicados nima agenda “tribo”.

  32. Martha…. vc é demais, sou sua fã
    Vc é porta voz das mulheres da nossa epoca..
    Obrigada ao site pelo presente.
    Mariliz

  33. Inha,coitadinha!!!!!1

  34. Alguém ainda aguenta essa divisão entre o universo feminino? Ou as mulheres são boazinhas com calças em tom pastel e sapatos rente ao chão, ou um avião no mundo dos negócios….. Pra ficar ainda mais chavão, faltou dizer que essa mulher moderna trabalha, mas faz as unhas. Chora, mas troca a lâmpada do quarto sozinha. Sabe escolher um bom vinho, mas não dispensa o princípe encantado………
    Faça me um favor…….
    Gostaria de saber o que há de sensacional nesse texto? Falta criatividade, poesia e humor. Textos deste tipo me lembram aquela máxima das mulheres “modernas” _ a fila anda.
    Gostaria de ver realmente essa fila andar.

  35. Eu conheço o seu trabalho a pouco tempo!!!!!
    Mas já sou a sua fÃ.
    Recentemente eu li non stop, e simplismente me apaixonei,
    nâõ era muito chegada a crôñica.
    Mas passei a gostar, no momento estou lendo coisas da vida.
    Nâo tenho acesso aos seus livros mais recentes.
    Mas me viro pela internet. Sucesso!!!!!!!!!!!!!!

  36. sensacionaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaallllll!!!!!!!!!!!!!!

  37. Conheci os textos da Martha há pouco tempo, quando voltei a estudar, e tenho adorado todos que já li…eles falam direto ao meu coração.
    Parabéns Martha por conseguir colocar em linhas exatamente o que sentimos.
    Abçs.

  38. muito bom!!!!!!!!!!!
    beijoka

  39. Nossa, eu que adoro usar o inha em tudo que falo!!!
    Ainda moro aqui e não consegui ir sozinha por aí, porém depois desta, o inha sairá do meu vocabulário, pois realmente soa mal mesmo.
    Parabéns Martha, sou sua fã e seus artigos, com certeza não são bonzinhos, são inteligentes, atuais, maravilhosos.
    Bjs

  40. Pois é dona Martha… virar a mesa a gente vira. Mas ainda temos que arrumar a bagunça porque se não, ninguém arruma. rss…

  41. Muito bom.
    Muito boa a sua prosa poética, Martha.
    O final é dos deuses.

    Gostei muito.
    Mulher corajosa não é a que fala com voz de barítono a plenos pulmões, mas aquela que fala leve e bate no coração da gente como o ribombar de trovões.
    Você fez isto.
    Obrigado por me lembrar que a mulher moderna é boa, sempre.

    TM. 18/3/2008

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: