RUMOREJANDO por josé zokner (juca)

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I

Tinha um nariz abismal

Olhar sobrenatural

Vestia-se como no carnaval

Pressão arterial

Elevada, descomunal.

Tratava a todos mal.

Afinal,

Quem era o boçal?

O gerente da sessão de pessoal.

Constatação II

Rico determina; pobre, solicita.

Constatação III

Deu na mídia no dia 6 de dezembro de 2006: “LONDRES – Cerca de 2% dos adultos mais ricos do planeta possuem mais da metade da riqueza mundial, segundo um relatório da ONU divulgado em Londres, que reflete a grande disparidade entre ricos e pobres.

A América do Norte detém 34% da riqueza mundial; a Europa, 30%; a área Ásia-Pacífico rica, 24%; a América Latina e o Caribe, 4%; o resto da Ásia-Pacífico, 3%; a China também 3%; e a África e a Índia, 1% cada um”.

Quanto ao Brasil, relatório do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD) mostra que o nosso país ocupa apenas o 69° lugar no índice de desenvolvimento humano. A Noruega ocupa o 1º lugar. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando já chegou a conclusão que a Lei do nefasto Mercado, a globalização nela atrelada e outros que tais cria essa Lei da Selva, a execrável lei do mais forte, e que esses relatórios todos se omitem de acrescentar viva “nóis”.

Constatação IV

Deu na mídia: “BRASÍLIA – O senador Jefferson Péres (PDT-AM) disse que o ministro Marco Aurélio Mello tem razão quando aponta a vantagem dos parlamentares em relação aos vencimentos que ele recebe no Supremo Tribunal Federal (STF)”, se referindo a verba indenizatória de mais R$15 mil que os parlamentares recebem”. Com relação a diferença entre ambos os salários e o salário mínimo não se ouviu nenhuma referência. Pelo menos até agora…

Constatação V

E como se lamentava, queixoso, aquele cidadão: “Esse vagabundo do meu cunhado, além de não trabalhar, vive mordendo a irmã para descolar um trocado. Morando, por instâncias insistentes da minha mulher em casa, ele come como um rei e dorme profundamente a sesta, como a irmã quando tá fazendo amor comigo. Que família!

Constatação VII

Rico admite; pobre, confessa.

Constatação VIII

Não se pode confundir dantes, que quer dizer antes, antigamente, com dentes, muito embora dantes a gente tivesse medo de ir ao dentista para tratar os dentes e agora a gente tem receio. Isso quando não tem pavor, trauma, paúra e outros epítetos, nomenclaturas, cognomes, etc. A recíproca ainda está sendo averiguada a sua existência ou não. Tão logo tenhamos a informação, por sinal de transcendental importância para o futuro da Humanidade, daremos a conhecer aos nossos prezados leitores. Aguardem, pois.

Constatação IX (Passível de mal-entendido, via pseudo-haicai).

O Papa, qual ditador, jamais

Dispôs-se a cingir-se

Aos pontos cardeais.

Constatação X

Rico desfruta a vida; pobre, sobrevive.

Constatação XI (De conselhos úteis).

Cuide para que a tua neurose não coincida com a neurose da tua companheira, pois, como é por demais sabido em matemática e eletricidade, pólos do mesmo sinal se repelem, além do perigo de curto-circuito. Cultive, pois, o uso de outras distintas. De nada!

Constatação XII (Recado gratuito aos jovens).

Livro não morde. Podem pegar pra ler.

Constatação XIII

Quando o obcecado leu: “Mídia francesa pede a Sarkozy para se comportar com a rainha” disse lá com os seus própios botões e fechos eclair: “Esse presidente francês é um obcecado mesmo”.

Constatação XIV

Aviso: Restam poucos dias para outros tantos…

Constatação XV (Quadrinha para ser recitada para o teu chefe de quem está a fim de pedir aumento do salário).

Juntei uns poucos trocados

Para minhas férias desfrutar

Elas se limitaram a dois bem-casados

Que foi tudo que deu pra pagar.

Constatação XVI (Quadrinha para ser recitada para os noivos que vêm te convidar para padrinho de seu – deles – casamento).

Quem tá pra casar

Sem ser afetuoso

É o mesmo que andar

Num caminho sinuoso.

Constatação XVII Quadrinha intitulada “Efeito colateral”, para ser lida pra quem defende intransigentemente a alopatia).

Ela gesticula

Sem nada dizer.

A “ameaça” na bula

Havia acabado de ler.

Constatação XVIII

Reconheci minha firma

Quando escrevi que a amava

Ela respondeu:

“Isso nada confirma.

Não sou tua marionete.

Você já escreveu

Pra outras sete.

E eu sou a oitava”.

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br

 

3 Respostas

  1. continuem vivendo
    parabéns pela casa nova

  2. oi
    achei
    lindo que vocês não comem bichinhos
    foi um super aprendizado
    obrigada

  3. oi

    bom dia
    sei que velho dorme cedo
    então bom dia
    em que pese eu estar bem travada
    beijos para Cecília que não é fraca

    Venha pegar mais filmes e passe por aqui
    “DEUS” queira que você passe para nós
    vermos Você

    Até

    Syl
    Obs.: Bons comentários!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: