CASA no LÍBANO poema de fátima tardelli

 

Minhas cartas foram escritas, mas não postadas,
Temo a resposta do destinatário,

Meus verões tornaram-se invernos,
Tão triste é minha solidão,

Está meu coração para sempre marcado,
Marcas não comerciais, marcas estranhas, ininteligíveis e indeléveis.

Não há mais púlpito,

Não há mais público,
Não há mais a quem converter!

Meus armários….vazios!
Estou nua, desnudastes minh’alma…

Equinócios se seguiram sem teu retorno,
não vejo flores, não vejo folhas, não vejo sol, só invernos!

Gastei minha fortuna, meu soldo,
à tua procura….
Milhares de guinéus se foram em recompensas,
nenhuma resposta que me indicasse o caminho!

Orei à Deus,
Aos santos, às virgens,
pedi à dinvidades, deidades.
Nenhuma resposta….chorei, desisti!

II
Longe da bainha.
Abandonastes a peleja.
Foi ela sussurrada, ficou agora sem sentido.
Está ela arada, à espera do semeador

Roma tem vários caminhos,
A estante só tem dois livros.
Doces grilhões as prenderam,
à distância, contemplando…

III
Presos na garganta.
Fechadas neste inverno.

que louca ciranda!

IV
Vide supra: eis tuas respostas.
Enviei cartas (2)
sem obter respostas!

V
Venha a mim que te curo,
Chegue aqui que te amo,
Volte a mim que te ressuscito,
Pouse em mim que te cuido!

O navegante encontrou a ilha,
seduziu a índia,
tomou a terra,
fez nela sua morada,

depois foi ele seduzido por nova estrada,
abandonou o que tinha, apostou o que não podia,
perdeu tudo numa jogatina, numa mão do carteado!

VI
flutuando ao vento, à procura de teu olfato,
vislumbrando o horizonte, em busca de certa embarcação,
chagas abertas no peito, a dilacerar um pobre coração atormentado!
Onde estão os hilários ciúmes?
A terra não navega, desconhece os mares!

VII
Palavras emprestadas:
Estar junto não é estar ao lado,
É estar do lado de dentro.

 

 

 

3 Respostas

  1. O nome deste poema despertou de imediato a minha atenção, não fosse o Líbano o meu paìs de eleição…
    De comum com o Libano, tem a magia dessa procura por um amor ou um ente perdido, que deixou no seu coração esse sentimento de tristeza e de saudade…O mesmo que sentimos, quando visitamos esse país maravilhoso, que apesar da guerra, apesar de tudo, nos transmite todos esses sentimentos, esse encantamento que parece vir de cada pedra duma ruina, ou duma árvore derrubada. O seu poema recorda-me o perfume inebriante dos cedros, que continuam lá, como sentinelas vigilantes, que até as armas parecem respeitar. A capela encantadora do Sto. Charbel…Canaan….
    Muitos parabéns. É uma poesia linda, cheia de nostalgia, que com um pouco de imaginação, podemos pensar ser dedicada aos milhares de homens do Libano que deixam os seus lares para defenderem o seu país, que, a meu ver, é mesmo a Terra Prometida…
    Um grande abraço de parabéns.
    Vera Lucia

  2. nossa q profundo … parabéns

  3. Agradeço a publicação de meu poema, se é que ele merece tal denominação.

    Abraços!
    🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: