INSULANTE poema de walmor marcellino

Terra não sou, mínimo pedaço

sesmo em degrandeza ou desfastio:

sou imodesto húmus, levedura

da natureza.

Esse humílimo fermento

aguardando formatação,

de serial avalanche

em minha translação.


 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: