O poeta JOÃO BATISTA do LAGO, comenta em A NOSSA IMPRENSA… aqui no site

JOÃO BATISTA DO LAGO

 

Meu caro Vidal.
Bom dia.

Se esta configuração se desse como verdadeira eu me sentiria plenamente realizado.
Por que? Por quê veríamos aí a diversidade do noticiário.

__________

Aos meus olhos este texto deveria servir como aula para os alunos de jornalismo. Mas não só isso! Deveria ser discutido dentro das redações de jornais, rádios e televisões. Contudo deveria ser lido e discutido não a partir do conjunto humorístico que nele está implícito, mas a partir do conteúdo metafórico que nele há.
A imprensa nacional, meu caro, aos meus olhos, é hoje um grandiosíssimo pastel que é empurrado goela abaixo do brasileiro. Se olharmos com os olhos de ver percebemos, claramente que, simetricamente, todas as redações parecem que obedecem a uma única pauta. Em geral não vemos no noticiário enfoques diferentes e diferenciados. Em muitos casos a composição do noticiário chega a ser o mesmo… Mesmíssimo mesmo! Sem tirar nem por.
Ocorre-me, meu caro, com a devida licença dos “palavreiros” indicar autores que já escreveram sobre essa pasteurização da mídia: a) Alba Zaluar; b) Zuenir Ventura; c) Pierre Bourdieu; d) Giovanni Sartori; e) Dominique Wolton…

Um grande abraço.
João Batista do Lago

 

veja: AQUI.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: