Arquivos Diários: 26 junho, 2008

BILL GATES se despede da MICROSOFT

Conheça melhor o fundador da Microsoft, que está se despedindo do dia-a-dia da empresa.

Praticamente todas as pessoas sabem quem é Bill Gates, mas poucos conhecem mais sobre ele, além do fato de ter fundado a Microsoft e ser um dos homens mais ricos do mundo.Bill Gates chama-se William Henry Gates III e nasceu em Seattle no dia 28/Out/1955. Ele tem uma irmã mais velha (Kristianne) e uma irmã mais nova (Libby).

Aos 13 anos Gates entrou na Lakeside School. Ali ele conheceu Paul Allen e teve o primeiro contato com algo parecido com um computador: um terminal de teletipo da GE. Gates ficou fascinado por aquela “máquina” e dali em diante ele começou a estudar BASIC. Em seguida Gates teve contato com um minicomputador da DEC, e com isso ele também estudou FORTRAN, LISP, Assembler e COBOL.

Com apenas 17 anos, Gates e Allen fundaram a Traf-O-Data, e criaram um sistema desenvolvido por eles para ajudar na análise do trânsito com uso de cartões perfurados. A empresa faturou US$ 20 mil, mas depois que os clientes souberam da idade de Gates, o negócio desandou.

Gates fez o SAT (teste de admissão nas universidades americanas) e obteve 1590 pontos dentre 1600 possíveis. Com isso, ele entrou em Harvard aos 18 anos, mas abandonou os estudos dois anos depois para se dedicar a uma pequena empresa que ele abrira com Paul Allen: a Micro-Soft. Em Harvard ele também conheceu Steve Ballmer, que faria parte da empresa alguns anos mais tarde.

Apenas um ano após a sua fundação, Gates decidiu tirar o hífen do nome da empresa e registrou a Micro-Soft como Microsoft, no dia 26/Nov/76. Gates e Allen desenvolveram uma versão do BASIC que fez muito sucesso, mas Gates ficou irritado ao notar que o produto era copiado livremente. Com isso, ele escreveu uma “carta aberta” a todos os programadores para que não pirateassem o software da Microsoft.

Em seguida a IBM contratou a Microsoft para desenvolver uma versão do BASIC para um produto que eles iriam lançar: o IBM Personal Computer, ou IBM-PC, que depois foi chamado somente de PC, e o resto todos sabem o que houve.

Gates se casou em 01/Jan/1994 com Melinda French (ex-funcionária da Microsoft e responsável pelo desenvolvimento do Microsoft BOB) e tiveram três filhas. Em 2000 ele criou a Bill & Melinda Gates Foundation (B&MGF), que se transformou na maior Fundação dedicada à caridade do mundo. Gates anunciara que doaria 99% da sua fortuna quando em vida e atualmente a Fundação tem quase US$ 39 bi, pois Warren Buffett (uma das pessoas mais ricas do mundo) anunciou em 2006 que doaria 85% da sua fortuna para a Fundação de Gates. A Bill & Melinda Gates Foundation é tida como uma das Fundações mais transparentes do mercado, uma vez que todos os seus gastos são públicos.

Bill Gates anunciou em Junho de 2006  que dois anos depois ele deixaria o comando da Microsoft para se dedicar à filantropia, e desde então todos perguntaram: quem iria substitui-lo? A resposta foi simples: Steve Ballmer, Ray Ozzie e Craig Mundie. Steve Ballmer está no comando da Microsoft desde 2000, e Ozzie e Mundi são profissionais tarimbados:

Ozzie começou a trabalhar na Microsoft em 2005 como Chief Technical Officer, logo após Microsoft comprar Groove Networks, empresa fundada por ele em 1997. O executivo também fundou e presidiu a Iris Associates, onde criou e liderou o desenvolvimento do Lotus Notes e posteriormente colaborou no desenvolvimento do Lotus Symphony. Atualmente está a frente do Live Mesh, projeto cujo anúncio em beta foi feito recentemente e que tem a proposta de interconexão entre todos os devices: PC, mobile, videogame etc.

Mundie está na Microsoft desde 1992 e foi o criador da área de produtos de consumo da empresa. Ele desenvolveu softwares para plataformas não ligadas a PCS, como Windows CE, software para o handheld Pocket e Auto PCs e games para console. Mundie também iniciou as atividades da Microsoft na área de TV Digital. Desde 2000 o executivo faz parte do Comitê Nacional de Aconselhamento de Segurança em Telecomunicações dos Estados Unidos. Ele aconselhou a Casa Branca em problemas de segurança que podem afetar a infra-estrutura de telecomunicação das nações.

Mesmo tendo anunciado a sua aposentadoria da Microsoft, na prática Bill Gates continuará dedicando 20% do seu tempo (um dia por semana) para assuntos relativos à Microsoft. Ele continua a atuar como chairman da Microsoft e conselheiro no desenvolvimento de projetos-chave. Ele somente não estará nas decisões do dia-a-dia e dedicará mais tempo e energia ao seu trabalho relacionado à saúde e educação na Fundação Bill & Melinda Gates.

fonte: msn.com

CARLOS BORGES de LIMA, LANÇA HOJE NO PALACETE DOS LEÕES do BRDE

Poeta paranaense lança livro no Espaço Cultural BRDE

 

Uma ode ao povo

 

 O lançamento do livro de poesias “Po Voa”, de Carlos Borges Lima, na próxima quinta-feira, no Espaço Cultural BRDE- Palacete dos Leões  será marcado pela manifestação popular e a homenagem ao “povo”.

Segundo o escritor essa é a sua proposta mais corajosa. “Retratar um arquétipo do qual faço parte”. O autor diz que o objetivo é homenagear a “grande massa”, sem subestimá-la.  O desafio vem no “sacrifício” do poeta, para apontar os “erros chaves que o povo comete”. Erros, que o poeta diz que só quem ler o livro vai saber quais são.

Borges Lima escreve desde os 11 anos de idade, mas seu trabalho criativo começou com a música, escrevendo letras para melodias. Aos poucos foi desenvolvendo versos, e com 19 anos publicou seu primeiro livro de poesias. Desde então, não parou mais, “Po Voa” é a décima primeira publicação do poeta paranaense, natural  da cidade de Uraí. Mas, ele não abandonou a música e também dirige peças de teatro e musicais.

Na tentativa de abordar o que se entende por povo, Borges Lima brinca com o sentimento de patriotismo e o espírito de nação que são ideais de um país ou estado. Para o lançamento do livro, o artista, que diz serem as criações mais prazerosas aquelas que declama e cria espontaneamente nos espaços para declamação, preparou também uma estrutura para quem deseja recitar versos. “Além de amigos que convidei, qualquer pessoa que deseje declamar aquele verso guardando no fundo da gaveta pode participar. Isso é povo”, fala o poeta. Além disso, está marcada também para o lançamento a apresentação de músicos da Banda Circo Solar.

 

 

 

capa de claudio kambé.

 

 

 

Marina Gallucci

Ascom – BRDE

(Fone: (41) 3219.8035   Fax: (41) 3219.8020

*:  marina.gallucci@brde.com.br <mailto:marina.gallucci@brde.com.br> <<mailto:marina.gallucci@brde.com.br>>

Site: <www.brde.com.br> <<http://www.brde.com.br>&gt;

“ALBERTO MASSUDA” – INAUGURADO O NOVO ESPAÇO CULTURAL E GASTRONÔMICO DE CURITIBA

Na noite de 24 de junho de 2008, houve a entrega ao público do Centro Cultural Gastronômico “ALBERTO MASSUDA”.

 

Sem dúvida alguma um espaço destinado ao sucesso em razão da sua proposta aliando arte, cultura e gastronomia. Os  três pavimentos com ambientes adaptados para o que se destinam, formam entre si uma harmonia dinâmica e agradável.  O térreo concentra parte da área do restaurante e espaço para lançamento de obras literárias. No sub-piso fica outra área de restaurante, espaço para música ao vivo e um deck, onde haverá a projeção e lançamento de filmes e apresentações teatrais. A casa tem capacidade para 180 pessoas sentadas.

 

Comandando a casa está o médico Cadri Massuda, filho do artista plástico Alberto Massuda falecido no ano de 2000.

 “A proposta foi criar um ambiente agradável, onde se possa desfrutar de bons momentos convivendo com a arte”, define Massuda.

 

O ARTISTA ALBERTO MASSUDA.

 

Nascido no Cairo, Egito, em 1925, Alberto Massuda veio com 33 anos para o Brasil e fixou residência em Curitiba. Em 1958 naturalizou-se brasileiro. Antes de sua chegada, cursou Belas Artes no Egito e Cenografia de Cinema na Itália.

Considerado o precursor do Jovem Surrealismo Paranaense, esteve à frente de importantes movimentos artísticos do Estado, como a Associação Paranaense de Artistas Plásticos. Premiado em diversos salões, as obras de Alberto Massuda hoje fazem parte do acervo de diversos museus como o de Arte do Cairo, Arte Moderna de Alexandria, Arte do Paraná, Arte de Joinville, entre outros, bem como fazem parte de coleções particulares em Roma, Paris Tel-Aviv, Varsóvia e Buenos Aires.

 

A ENTREGA DO ESPAÇO.

 

Ontem o anfitrião recebeu, no novo endereço cultural de Curitiba, quase três centenas de convidados aos quais foram oferecidos degustação dos pratos da casa e vinhos finos.

Na área destinada às exposições de artes visuais encontrava-se uma parcela das obras do artista homenageado Alberto Massuda. No sub-piso, um belíssimo ambiente, os convidados se deixavam envolver pela excelente música do conjunto comandado por Fernando Montanari e Saul do Trumpete. O evento iniciado as 19:30 prolongou-se até a 01:30 com muitos convidados resistindo a deixar o local tal a beleza e o serviço da casa.

 

 

ALGUMAS FOTOS:

 

 

parcial do sub-piso.

 

———————————-

 

 

parcial do sub-piso.

————————————–

 

 

cine e teatro no sub-piso.

 

——————————————-

 

 

 

acesso para a área de exposições visuais.

 

——————————————

 

 

 

parcial do restaurante (terreo).

 

——————————————-

 

 

 

estavam lá o poeta manoel de andrade, o jornalista hélio de freitas, a antropóloga, historiadora e escritora philomena gebran, a artista visual mazé mendes e o editor e poeta cleto de assis. mesa de peso.

 

————————————————

 

 

 

o poeta jb vidal, manoel de andrade, o casal anfitrião cadri e wilma massuda e o prefeiturável ricardo gomide.

 

outras fotos na página “sala de visitas/fotos” . todas as fotos são do site.