Rumorejando (Como o dólar americano, cambaleando). por josé zokner (juca)

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I

E como filosofava, enquanto degustava algumas ostras e bebericava um vinho, culminando com um chá a base de catuaba, o obcecado: “Não ter um amor todo o tempo é um desperdício das horas, dos minutos, dos segundos e até mesmo dos décimos de segundo”.                                                                                                               

Constatação II (Passível de mal-entendido).

E como comentava aquela consumista contumaz com as amigas: “Eu sempre estarei totalmente aberta e receptiva para grandes e variadas novidades”.

Constatação III (De uma declaração de amor, via pseudo soneto, escrita antes do aquecimento global).

Acordei já não me lembro em qual cidade

E senti falta da minha Curitiba cinza

Dela me deu uma imensa saudade

Que até me deixou meio ranzinza.

 

Por causa do calor abafado, dormi pouco

Tive maus sonhos, terríveis pesadelos

Eu tava num asilo, tinha ficado louco

O que arrepiou todos os meus cabelos.

 

Alagado em suor, coração opresso

Na boca, gosto de chá de corrimão

De uma repartição pública, eu padeço.

 

Quero pro meu torrão voltar correndo,

Minha amada fria do meu sofrido coração

Não! Não quero mais viver sofrendo.

 

Constatação IV

Não se pode confundir solidário com solitário, muito embora a gente possa ficar o único, solitário, incausado* com certas causas, ao contrário do corporativismo solidário dos deputados e senadores com relação ao despautério de um colega que, comprovadamente, usou de falcatrua para seu – dele – próprio benefício ou de seus familiares. A recíproca, como toda a recíproca pode ser verdadeira ou não. Obviamente elementar, minha gente…

*Incausado = “que não tem causa; que não tem explicação; desmotivado, inexplicável” (Houaiss).

Constatação V

E não se pode confundir furtos com frutos, muito embora, em certos países, há uma infinidade de pessoas colhendo os frutos de roubos, assaltos, furtos, seqüestros, executados por bandos, quadrilhas, assaltantes, súcias, governantes, deputados, senadores. A recíproca é verdadeira, porque há muitos frutos que são motivos de furtos, exceto no caso de frutos, como no caso, antológico, da “laranja madura na beira da estrada tá bichada Zé ou tem marimbondo no pé”, segundo nos fala o grande e imortal mestre Ataulfo Alves.

Constatação VI (Dúvida crucial via pseudo-haicai).

Não ter brincado com a prima

De médico, quando criança, pode

Ter afetado a auto-estima?

Constatação VII

Rico se atrasa no tráfego; pobre perde a hora.

Constatação VIII (Quadrinha, para alguns, masoquismo; para outros, puro sadismo).

Um amor não correspondido

É um martírio, um padecimento

Como se você nunca tivesse tido

Qualquer outro tipo de tormento.

Constatação IX

Deu na mídia: O jogador português Cristiano Ronaldo, do Manchester United, é o jogador “mais apaixonante” do Campeonato Inglês, segundo o diretor-executivo da Associação dos Jogadores Profissionais da Inglaterra, Gordon Taylor”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas essa do diretor-executivo, não sei, não…

Constatação X

Quem ainda não visitou a exposição do Hélio Leites, na Casa Culpi, em Santa Felicidade, não tá com nada. E quem não conhece a obra do artista Attila Wensersky tá com o dobro de quem não visitou a exposição do Hélio. Tenho dito!

Constatação XI (Ah, esse nosso vernáculo).

A governadora,

Nada impoluta,

Impostora,

Pouco positiva,

Impôs,

Apôs

Impostos

Numa procedura,

Numa impostura

Impositiva,

Nada batuta.

Constatação XII

Quis fazer um papagaio

Pra pagar minhas contas.

O gerente me olhou

De través, de soslaio

E disse que não seria possível

Mas com cara-de-pau me forçou

A comprar ações do banco

E destarte,

Reter uma parte

Por um tempo na conta-corrente

Tão-somente.

O líquido que eu receberia,

Que me competiria

O, digamos, ajutório

Era tão irrisório

Que até fiquei meio às tontas

E quase tive um desmaio.

Ele alegou,

Dizendo ser muito franco,

Por causa da indefectível

Reciprocidade.

Já viram tamanha maldade?!

Tanta iniqüidade?!

Constatação XIII

Rico é badalativo; pobre, puxa-saco.

Constatação XIV

Rico se acostuma; pobre, vicia.

Constatação XV (Dúvida crucial).

Será que, quando Aristóteles, se referindo aos supostos racionais, proferiu “O homem é um animal político”, a frase suscitou protestos dos animais?
E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br

 

        sem crédito. ilustração do site. CORAGEM É ISSO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: