CARTA AO CANDIDATO por alceu sperança

Sr. Candidato:

Sei que não é psicanalista, mas tens alguma idéia do motivo desse meu medo? Tenho pavor dos moreninhos: é só ver um e já fecho a boca do bolso onde está a carteira. Não aperto mais bochecha de criança com medo que a mãe me denuncie por assédio a ela e pedofilia ao rebento. E esse medo de ser roubado? Desconfio do balconista, do vizinho, do carrinheiro de papelão. O motoqueiro me dá tremeliques e aquela menina magérrima de olhos duros e crackentos me faz sentir o inferno em vida.

V. S. poderia me dizer por que não me sinto cidadão em minha própria cidade, mesmo sendo um contumaz pagador de impostos? Olho para a praça tri-iluminada e não posso usar, mesmo sendo um logradouro pelo qual paguei caro, pois se a freqüentar posso ser logrado por um desses mendigos que exercem sem parar o direito de ir e vir. Eles não poderiam só ir e não vir mais? Será que um dia vou poder usar meu direito à cidade e também ir e vir, e quando vir, não encontrar a casa arrombada e vazia?   

Por que, Sr. Candidato, fala-se tanto em gestão democrática da cidade e só meia dúzia decidem, inclusive para rasgar o Plano Diretor, em reuniões de quadrilha? Por que a gente lê em dezenas de programas de governo coisas sobre a “função social” da cidade e da propriedade, e a cidade me atropela a cada atravessar de rua e é mais fácil construir um palacete que uma casinha para favelado?

Por que tenho que pagar mais caro pelo lixo que pelo IPTU? Pelo que sei, o IPTU paga médico e professor, e a taxa do lixo paga só os lixeiros e os donos da empresa. Posso parecer maluco, mas me sentiria melhor pagando mais IPTU do que lixo. E por que o Estado consegue me cobrar mil vezes mais rápido que devolver meu dinheiro em serviços públicos decentes? Por que em Cuba o lotação custa centavos e aqui custa 20, 30 vezes mais, a gente gastando num dia o que lá gasta num mês? Por que estudante tem que pagar lotação, se ele vai estudar justamente para tirar este País do miserê?

Por que a função social daquela igrejinha e da escolinha no acampamento dos sem-terra foi vandalizada por terroristas e a coisa ficou por isso mesmo? De onde brota esse ódio à religião cristã e à educação? Por que nos terrenos abandonados ao matagal não são construídas casas, postos de saúde, escolas profissionalizantes, creches? Por que toda a riqueza gerada pelo agronegócio não é capaz de eliminar as favelas? Por que andam dando tiros em jovens, assustando as crianças, assaltando os idosos, atropelando as velhinhas, trombando os carros, ofendendo-se uns aos outros?

Até pensei em me mudar para a Europa. Meu amigo Zé mandou uma carta dizendo que é difícil e dá paranóia ficar escondido. Lá, ganha três vezes mais do que gasta, enquanto aqui também ficava sempre com três tipos de medo. Pensando bem, Sr. Candidato, aqui também fico escondido, trancado no barraco, paranóico e assustado, sem poder ir e vir, pois se for não sei se volto e, se volto, já me tomaram até o pouco que eu tinha.

Boa eleição e vê se dessa vez, pelo menos, toma tento e cumpre alguma coisa do que prometeu.

 

                        sem crédito. ilustração do site.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: