PASSARINHO poema de joão batista do lago

 

 

Voas sobre mim

Aquém do tempo

Além do espaço

 

Voas sobre sonhos

Aquém das ilusões

Além do desejo

 

Em tuas asas de prata

Brilham meus sonhos:

Quimera de solidão

 

Em tuas asas de bronze

Reluzem meus desejos:

Utopia da visão

 

Em tuas asas de ferro

Cintilam meus devaneios:

Realidade e paixão

 

Dão-me as tuas asas?

Quero voá-las!

 

Ser real na ilusão dos meus desejos

Brilhante nos sonhos da minha solidão

Eterno na utopia da minha visão

 

Dão-me as tuas asas!

Saberei voá-las?

Uma resposta

  1. Lindo este teu Passarinho!
    Que saudades da tua Poesia e de te ler.
    Um grande Xi-coração

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: