MAS NÃO PARA MIM poema de tonicato miranda

sou mesmo um tolo

adoro este seu jeito solto

brincando com as pessoas

soltando encantos ao ar

mas parece de mim caçoas

 

sou bobo demais, pobre de mim

lobo velho com coleira e amarras

mas adoro este seu olhar à toa

que por todas as paredes voa

mas ele não voa para mim

 

sou um idiota aprisionado sim

pelo seu doce sorriso de algodão

esfregando o branco dos dentes

nos entusiasmos mais dementes

mas ele não vem até a mim

 

sou eu o vento sul, sim

passo de leve por seu pescoço

e você rola a cabeça, sorri

aos forasteiros e aos homens daqui

mas não sorri para mim

 

sou mesmo um tolo

acreditando que chapeuzinho

um dia poderia se perder comigo

mas você jamais se perderia assim

pelo menos não para mim

 

não sou mais nenhum tolo

aprendi – você não é de ninguém

sorri porque gosta de ser assim

um sorriso solto ao prazer da noite

mas não para mim

 

TM, 26/03/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: