miedos humanos – poema de francisco cenamor/ Espanha

 


no entiendo ser humano

golpe violencia y bomba

no entiendo el lamento

ingratitud patada y tumba

 

no no precario preso y extraño

presidio genocidio y moro

no entiendo cada arañazo

fusilamiento violación infarto

 

me siento tumbo me levanto

y siento miedo por ti

pequeño humano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: