TU por jb vidal

em meus lençóis brancos

ausência das tuas cores

teus cheiros

teus pudores

tuas taras raras

me debato na agonia

espermeio fantasias

 

nada

 

nada  

 

lembrar-te alimenta

meus sentidos

insensatos

 

 

Uma resposta

  1. Dizer tanto em tão poucas palavras é uma arte só acessível aos grandes poetas.
    Parabéns.
    Vera Lucia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: