MANHÃ DE NUVENS por otto nul / palma sola.sc

Manhã de nuvens

Permeada de azul

Com raios de sol


O gato passa

Passa o cão

A vida passa


Aqui e ali

Nada de anormal

Nem bem nem mal


O homem trilha

O destino que lhe coube

De modo fatal

x x x

(junho/09 – Outro Nul)

Uma resposta

  1. sr. editor,

    que poeta chato. creio que esse Otto Nul se tem em grande conta.. silvério

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: