BALEIAS, BLUES & GUARAPUVÚS por fernando alexandre / florianópolis

FERNANDO ALEXANDRE - BALEIA DE ANDREA RAMOS -Baleiailustração de andrea ramos.

Depois do tempo da Tainha. No fim do tempo das Anchovas. Quando o vento sul  congela e vira inverno. Quando os Guarapuvús começam a bordar de amarelo os  morros sempre verdes e melancólicos.

Elas chegam de mansinho, pisando devagar, pé-ante-pé. Sempre juntas com o agosto, setembro, outubros. Imensas  dentro da própria imensidão. Infinitas e oceânicas. Pacíficas e atlânticas. Ilhas viajantes fugindo/procurando destino próprio.

Imensos úteros. Cheios, ocupados, em busca de outras ilhas-úteros com mares calmos e águas mais quentes.

Imensas mães parindo e cuidando de imensos filhos. Um parto de deuses.

As baleias  voltam devagar, com muito cuidado. Ainda choram dores passadas, transpassadas e repassadas. Carnificina e mar de sangue gravados no chips da memória. Seu óleo iluminando a estupidez truculenta do bicho-homem e bucólicas cidades europeias. Dando liga para a argamassa que construiu essa civilização.

As baleias choram. E brincam. E pulam. E parem. E choram. Gemem num desesperado blues. Grito quente, úmido e rouco. Grito de negro, de sofrimento, de  perseguidos. Um blues infinito e profundo como o azul do mar. Triste e contemplativo.

As baleias choram. E brincam. E pulam. E parem. E dançam. Ternas crianças de muitos metros e algumas toneladas. Viajantes incansáveis de milhas e sonhos em mares nunca/sempre navegados. Acrobatas do tempo e da sobrevivência. Francas no nome e nos gestos. A grande mãe.

As baleias dançam e traçam generosos gestos  na coreografia infinita – e azul – do horizonte.

As baleias dançam. Dançam e nos contemplam com a sabedoria dos deuses orientais e olhos de peixe.

Imensa lágrima cênica no oceano.

Pasmos e à sombra dos Guarapuvús, contemplamos paquidermicamente.

Uma resposta

  1. ROSANA CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE | Responder

    QUE LINDO O POEMA FERNANDO! E, sublime desenho da querida Andrea, adorei!
    Beijos da Rosana / FCC / Curitiba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: