PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES. (02/08/09) por juca (josé zokner) / curitiba


Constatação I

Não se pode confundir inveterado que o dicionário Houaiss dá como: “que contém arraigado em si, por obra do tempo, determinada maneira de ser, determinado hábito (diz-se de pessoa)” com invertebrado que o mesmoJUCA - Jzockner pequenissima (1)dicionário assinala como “desprovido de coluna vertebral”, até porque quem é, por exemplo, um inveterado bajulador (rico é bajulador; pobre, puxa-saco) é um invertebrado, maria-vai-com-as-outras e outros epítetos desse jaez.

Constatação II

O que tem de time no Brasileirão e na Segundona surrando a bola não está escrito em lugar algum. Coitada!

Constatação III

Quando o Sr. Pedro Malan proferiu que o salário mínimo dava pra uma família e ainda sobrava será que ele e a sua – dele – família viviam assim?

Constatação IV (De um pseudo-soneto da série Ah, o amor…).

Pensar que algum dia

Você me disse vários não

Agora virou uma alegria

Você se deu conta o quanto é bom.

Até no meio da noite você me aborda

Me dizendo: Bem, façamos uma conjunção

Para certas coisas a gente sempre acorda.

E eu acedo com entusiasmo e emoção.

Você se contorce de prazer

Com a perspectiva do que vai acontecer.

Quando percorro teu corpo nu

Rola entre nós um forte ardor

E nos teus olhos brilha um fulgor.

Trejeitos de danças; jamais o lundu*

*Dança de par separado de origem africana, ainda que de grande sensualidade. (Houaiss).

Constatação V

Chamaram o septuagenário

De boa carcaça

Ele considerou isso uma pirraça;

De mau-gosto, uma chalaça:

“Sinto-me um bi-centenário,

Caquético e alquebrado”.

Coitado!

Constatação VI

Foi o contorcionista do circo que chegou tarde em casa e se pôs a fazer contorcionismo verbal com a patroa que lhe deu, em resposta, uma camaçada de pau. Coitado!

Constatação VII (Dúvida crucial via pseudo-haicai).

Anjo

Toca lá no céu

Lira ou banjo?

Constatação VIII

Resoluto

Quis votar

Num parlamentar

Que seja impoluto.

Depois de muito procurar

Cheguei a terrível decisão

Que não dá mais

E, é bem provável,

Que não dará jamais.

Triste e lamentável

Conclusão…

Constatação IX

Ele reconheceu

A assinatura

No notário.

Nela havia escrito,

Segundo ele, com ternura,

Com muito amor,

Tudo rimado,

Pedindo à namorada

Dinheiro emprestado.

Ela respondeu

Também com firma reconhecida:

“Você é um caradura,

Um salafrário.

Na tua carta está dito

Que eu sou tua querida

Que eu sou uma flor*.

Você tá com nada.

Você é um charlatão,

Um aproveitador,

Um desregrado.

Com essa demonstração

Falsa de carinho.

Vá catar coquinho”.

Coitada!

Coitado!

Coitado?

*Este cara, além de ser um mau-caráter ainda é do tempo que rima amor com flor. Nota zero pra ele.

Constatação X

Deu na mídia: “Bolsa-Família: Lula diz que governo tem papel de ‘mãe’. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas será que o nosso presidente sabe quem é o pai?. Se é conhecido, ou não? Ou o pai é o padrasto?

Constatação XI

Também deu na mídia: “Nos bastidores, Sarney já avalia deixar o cargo”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejandoacha que, salvo membros da família e alguns amigos, ele não deixará saudades…

Constatação XII

Ainda a mídia: Lula diz que os economistas deveriam fazer um mea culpa”. Data vênia, mais uma vez, mas Rumorejando acha que só os economistas. Os políticos, não. Estes deveriam ser banidos para dar lugar a algum esquema de participação da Sociedade no assim chamado processo democrático, já que os políticos apenas representam o interesse deles mesmos.

Constatação XIII

“Cientistas australianos descobrem porque balançamos os braços ao caminhar”. Quanto ao fato das mulheres graciosamente rebolarem quando andam, nada foi pesquisado. Provavelmente, porque sim e tá acabado.

Constatação XIV

Deu na mídia: “Conselho de Ética já recebeu 11 ações contra Sarney”. Só??!!

Constatação XV

Atlético e Paraná têm trocado constantemente de técnicos. Mas pelos resultados que os dois times vêm alcançando dá a impressão que eles estão trocando entre eles mesmos…

Constatação XVI

Será que o esforço de se eleger vem do fato que para deputados e senadores a lei é diferente do que para os simples mortais? Quem souber a resposta, por favor, cartas por correio eletrônico. Obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: