MEU DISCURSO NO PLENÁRIO por “o ruminante”* / belem

Todos nós, cidadãos brasileiros, temos o direito de nos expressar ante as assembléias e senado. Um dia pretendo falar no plenário, seja municipal, estadual ou federal, ainda que desprezado, vou utilizar deste meu direito, que hoje acredito estar tornado-se dever.

Apenas para registrar: não tenho nenhuma pretensão política!

Caso o discurso fosse hoje, este seria assim:

“Caros cidadãos que me ouvem, gostaria de dizer que não sou líder comunitário, não represento nenhuma classe social ou grupo sindical, não tenho conhecimento dos procedimentos políticos necessários para a adequada governança de nosso país. Além disso, nunca me interessei realmente por política, sendo assim, não conheço a fundo o histórico político da grande maioria dos políticos que aqui se encontram.

Apesar da desqualificação que vos apresentei agora, tenho algo que me faz apto para expressar minha indignação: SOU CIDADÃO BRASILEIRO E NÃO AGUENTO MAIS!

Desde minha infância ouço dos que estão a minha volta que a carreira política não é para pessoas honestas, porém sempre achei que isso fosse um exagero, certamente estas pessoas que receberam votos estavam lá para ajudar o povo e governar o país na direção correta, poucos deveriam ser os desonestos.

Minha inocência passou, passei a prestar atenção com olhos maduros ao que acontece no dia-a-dia dos políticos brasileiros e, hoje, temo não confiar em mais nenhum destes cidadãos (sim, vocês também são somente cidadãos, assim como eu).

Apesar de me parecer que todos os políticos brasileiros são corruptos, quero acreditar que dentre todos vocês ainda há alguém que realmente se preocupa com o próximo, que se comove ante as necessidades e dramas alheios, que tem moral e ética para agir conforme o bem da nação, no cumprimento das leis e, principalmente, no respeito ao próximo.

O simples respeito ao próximo seria suficiente para que os governantes deste país atuassem de forma mais digna do que vemos atualmente! Basta isto: RESPEITO!

Hoje nossos políticos sofrem de um total desrespeito por nós, cidadãos comuns (apesar de que para mim, todos são cidadãos comuns), por conta disso não fazem o que nós precisamos, mas o que precisam aos seus interesses pessoais.

Nós brasileiros não estamos reagindo como deveríamos! Não falo de luta armada, de revoltas e nada de violento, mas de voto. Tem exatamente 12 anos que não voto em ninguém, tenho anulado meu voto a cada eleição, não consigo votar em nenhuma pessoa que se habilita para defender os meus direitos de brasileiro.

Não deixei de votar como um ato de protesto, mas por não ter em quem votar! Quase votei no Presidente Lula, mas agradeço no repente de nacionalismo que tive em frente a urna que me levou a anular, também, este voto.

Atualmente, digo a todos que não temos políticos em nosso país, mas um grupo de pessoas acima da cidadania que não respeitam ninguém. Estas pessoas não se importam com a base moral que deveriam representar e que, tanto quanto um traficante de drogas, prejudicam nosso país com suas atitudes egoístas e mercenárias.

Sou apenas, repito, um cidadão comum, mas sei que minha consciência jamais se calará diante da condição política que nos encontramos. Se minha voz puder chegar ao resto da nação, espero fazer nestas poucas palavras mais do que qualquer polítco da atualidade tem feito por nosso país.

Muito obrigado

O Ruminante”

Caso alguém queira saber, estou completamente bêbado, mas escrevo de coração.

* o site tem a verdadeira identidade do autor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: