FOTOPOEMA 141 de rudi bodanese e ferreira gular / florianópolis e rio de janeiro

fotopoema 141

Uma resposta

  1. Camadas sobre camadas de significados sob a “enxuteza” das palavras, tão poucas, tão vastas, sob a perfeição da imagem. A presença da imagem da mulher desvelando a transparência do mundo. Já não é preciso procurar finalidades, a “estranhesa” da árvore-mundo desaparece na claridade sem opacos da visão do ser amado pelo amador.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: