O ator JUCA DE OLIVEIRA envia “bilhete” para o poeta MANOEL DE ANDRADE / são paulo / curitiba

Manoel, querido:

Gratíssimo pelos livros e pelo material que você me enviou. Li quase tudo e gostei muito do que li. O Poesia e Oralidade é uma jóia, um precioso subsídio para o Devaneio que estamos fazendo na BandNews. Claro que vou dizer algum poema seu numa próxima gravação. As gravações são feitas com antecedência e fica um grande saldo até esgotar o “almoxarifado”…

Fiquei muito impressionado com a sua história, Manoel. Também estive exilado com Guarnieri em 64, na Bolívia, mas o que deveria ser uma longa ausência na Europa acabou sofrendo um remanejamento. O Pai do Guarnieri, maestro do Teatro Municipal foi preso no Brasil, Guarnieri insistiu em voltar e eu, companheiro de partido, o acompanhei na viagem de volta. Ficamos em La Paz apenas 8 meses, mas o suficiente para sentir o peso do exílio.

Mas o seu caso, não, foi uma militância política através da qual você conseguiu metamorfosear a sua poesia até se identificar com a luta do povo latino-americano pela liberdade. É um caso fascinante, talvez único de vocação revolucionária. Só me ocorre o Che Guevara, mas ele lutava ao lado de seus iguais, pelo menos iguais na língua. Enquanto você…

Bom, vou continuar lendo os seus livros e torcer para que você se reintegre logo como o grande poeta que é.

Parabéns!

Abração do

Juca de Oliveira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: