Arquivos Diários: 2 janeiro, 2010

2010, A VIRADA NA RESIDÊNCIA DE JB VIDAL e RÔ STAVIS com muita alegria, música e confraternização!

ADEUS 2009! OBRIGADO POR TER TRANSCORRIDO ATÉ O FINAL! APESAR DOS HOMENS E MULHERES QUE COMANDAM AS NAÇÕES.

RÔ STAVIS brinda aos convidados da residência e a todos os amigos e leitores, onde quer que estejam, desejando um ano novo de muita PAZ, SAÚDE E FRATERNIDADE em nome dos PALAVREIROS DA HORA e do editor poeta JB VIDAL. na foto ainda estão MARCELO MUNHOZ (sobrinho de JB) e RUI OLIVEIRA E SILVA.

.

o poeta JB VIDAL e RÔ STAVIS trocando palavras de amor e pedindo a proteção do ALTO para o ano de 2010.

aos 0,010 s do dia 1º de janeiro de 2010.

.

após a última badalada do dia 31 de dezembro de 2009, pipocaram os flashes e os brindes entre os presentes na residência de JB VIDAL e RÔ STAVIS. na praia dos ingleses/floripa. na foto, ANNE MUNHOZ, RUI OLIVERA E SILVA, DORITA MUNHOZ, JOÃO PAULO VIDAL e AVANI SILVEIRA MARTINS (de costas).

.

nas comemorações ROBERTO MARTINS (sobrinho), JB VIDAL, RÔ STAVIS e JOÃO PAULO VIDAL, filho de JB. alegria elevada à milésima potência. voltem sempre!

.

AVANI SILVEIRA MARTINS, (terezópolis/rj) irmã do poeta JB VIDAL veio celebrar o novo ano em companhia do mano e da cunhada RÔ STAVIS. veio alegrar a residência com sua simpatia e espírito elevado. saúde mana! contamos com você no próximo ano.

.

DORITA MUNHOZ (sobrinha de JB) e RUI OLIVEIRA E SILVA (marido) vieram enriquecer a residência do tio com suas simpáticas presenças. RUI um gourmet e tanto, acompanhou JB na pilotagem do fogão apresentando filés de congrio rosa à escabeche. delicioso! saúde e voltem sempre!

.

JB VIDAL e JOÃO PAULO o filho caçula. tem formatura de 3º grau (Administração) este ano. o pai e estarão presentes. saúde filho! a prosperidade você faz!

.

JB VIDAL e ANNE MUNHOZ (sobrinha). futura odontóloga para a Ilha de Santa Catarina. estaremos torcendo para que aconteça.

.

o “lanche” comemorativo à passagem de ano foi um “leitãozinho” de 15 Kg preparado por SAUL, um gourmet consagrado na praia dos ingleses/floripa. e salada de lentilhas com purê de batatas preparados por . EXCELENTE!

.

o sol e depois o mormaço modorrento jogou a turma na “pileta” para dar uma refrescadinha. ANNE, RUI, AVANI. JOÃO PAULO, BI e IZADORA CATARINA ( a garotinha linda). casa cheia faz a alegria do casal! bom ano pessoal!

.

o jornalista e escritor EWALDO SCHLEDER também foi levar seu abraço de ano novo ao casal JB e . amigos de longaaaaaa data.

YURI e CAROL CASTRO genro e filha de brindaram o ano novo com grandes espectativas profissionais!

.

ROBERTO MARTINS (sobrinho de JB) e IZADORA CATARINA (filha dele) em pose de início de ano. festejaram a chegada do novo ano na residência. (1/01/10)

PUBLICO AQUI O COMENTÁRIO DA POETA, ESCRITORA E HAICAÍSTA ZULEIKA DOS REIS:

Comentário:
Um feliz Ano Novo ao querido amigo Vidal, a toda a sua familia e a cada um dos seus amigos.  Um feliz Ano Novo a cada um dos palavreiros, a cada um dos colaboradores, a cada um dos leitores deste site tão precioso.Mais uma vez reafirmo a alegria de ser palavreira,  assim como leitora das coisas sempre tão ricas de ler aqui publicadas.
Quando penso nos rumos do mundo e em certos rumos do Brasil; quando penso na tragédia que se abateu sobre Angra dos Reis, no Rio e em outros locais também no Rio e no interior de São Paulo; quando penso  no descaso de algumas “autoridades”, isto tudo empana a já difícil alegria de manter por dentro, neste início de ano. Apesar de tais sombras, é preciso prosseguir e manter a esperança. Espero ter a lucidez necessária para fazer a melhor opção como cidadã, por ocasião das eleições e tentar ser a melhor cidadã que me for possível no decorrer de todo o ano. Espero que o País do Futuro prossiga o seu rumo, corrigindo desvios gravíssimos de trajetória e multiplicando acertos; que se faça justiça aos justos e que os injustos recebam as punições necessárias ( para dizer as coisas assim, eufemisticamente, neste comecinho de ano).
A nós que produzimos escrita, a nós meio Dom Quixotes em um mundo em que cabemos mal e com certo desconforto, a nós que lutamos com a palavra, como ofício que às vezes sentimos como ócio, a nós que produzimos “inutensílios” que se revelam  paradoxalmente mais úteis do que boa parte dos utensílios que se produzem no mundo ( inutensílios que, por exemplo, produzem pensamento crítico, entre outros “frutos”); a nós todos que aqui e em outros sites e nos livros e em recitais repartimos o pão da palavra poética, o pão da indignação, o pão do sonho ainda de alguma UTOPIA , UM ANO NOVO REALMENTE NOVO, lembrando Maiakóvski, no poema O AMOR: “Que o pai seja pelo menos o Unverso./ Que a mãe seja no mínimo a Terra.”
Grande abraço a todos
Zuleika.