O cachorro doido e o dono que perdeu a loucura – de tonicato miranda / curitiba


Este é aquele antigo Mário

Estava antes preso no armário

Vai agora se soltando da casca

Cigarra cantadeira em desatino

Garras fincadas no ipê amarelo

Colore todo cerrado planaltino

Poeta de traço invejado

Arquiteto de perspectivas tais

Um Dalí com o grafite na mão

Corpo do Adônis do Michelangelo

Das coleguinhas arrancando ais

Cabelos de querubim quase anjo

Com calças pijama e cordames

Soltos pelos joelhos se arrastando

Projetava concretos e muitos arames

Surpreendia professores e distraídos

Deitava a prancha no chão e traçava

Catapultas romanas de tempos idos

Tinha um cachorro louro como ele

Corredor de corridas de trinta metros

Dizem bebiam cachaça juntos por aí

Será algum dia tomaram muito álcool

Por vezes sentavam-se no gramado

Juntos bebiam as cores do pôr-do-sol

Ele com uma haste de alpiste à boca

O cachorro mastigando relógios de Dalí

Os dois ali, ao alcance do meu olhar

E nem tinha à frente um mar assim

Era puro delírio, a juventude exposta

A alma deitada, afagos de grama e do capim

Mário saiu do armário derramou o leite

Por vezes voltava ao Piauí, outras a Deus

Mas sempre brincava com seus diabos

De repente sumiu na roda da fortuna

Virou barnabé, esquecendo da sua arte

Matou-a esquartejada, ela virou aluna

Ë bom estar ele malucando por aqui

Entre Valquírias, Marildas e Zuleides

Junto ao nosso maestro dono da whiskeria

Índio bravo que volta para apenas sentar

Comigo e o Manoel, nas cadeiras a balançar

Venha à varanda beber ou simplesmente calar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: