Debruçada na Prancheta – de tonicato miranda /curitiba

para aquela arquiteta

.

quando foi que me despedi de você

em qual gaveta perdi seu retrato

em qual lenço está o perfume não lavado

armário revirado, papéis sobre a mesa

você não está aqui, estou perdido, desamado

uma bala me persegue na arma do caçado

será ele seu novo amor em busca do passado

ou sou eu querendo atirar em mim por vingança

você tão brejeira

.

água de bica

brisa ligeira

palmeira rica

com muitos cocos

meu café da manhã

comido aos poucos

leite, aveia e avelã

.

você sorridente

vestido estampado

comprido, diferente

silhueta linda ao lado

da minha lembrança

meu mais gostoso

sorriso de criança

meu gesto amoroso

.

onde a perdi

em qual gaveta

quando não mais a vi

debruçada na prancheta

esta louca pintura

meu retrato espelhado

minha maior iluminura

que me fez andar de lado

Uma resposta

  1. quantos grandes amores voce tem?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: