Arquivos Diários: 27 março, 2010

ENXURRADA de tonicato miranda / curitiba


para Jane

.

Muitos erros cometi na vida

Não tivesse me unido a você, mulher…

nem tivesse vivido tantos anos até…

ou fugido de certas oportunidades…

nos mudado de tantas cidades

Não tivesse feito aquela promessa

nem tivesse viajado a beça…

ou aberto Escritório em Blumenau…

longe de você, meu bem, meu sal…

Enfim…

…se não tivesse vivido.

Pois esta é minha vida,

com ela você desce

Desce o rio do tempo comigo,

como numa grande enxurrada

Não, não sou o rio, apenas a

árvore arrancada da margem

Meu erro?

Ter deixado a semente cair

muito perto da margem

Queria olhar o rio passando,

mirar o horizonte sem nada à frente,

olhar seu olhar passando de barco,

e acompanhar as promessas dele

que se foi com o barco, mas depois voltou

para se plantar comigo, na margem do rio

Assim pudemos olhar muito pôr-do-sol

até esta enxurrada nos arrancar

levando-nos rio abaixo em direção ao mar

Quem sabe ainda não ancoremos

próximos da praia depois de muito rolar?

Quem sabe caranguejos venham mais tarde

se abrigar junto às nossas raízes?

Quem sabe o mar não venha com conchas

e elas conversem quando ele se retirar?

Por isto, não quero mais ficar a cantarolar

esta é minha vida, seja bem vinda, mulher

Ao longo dela você é a bela passageira

Saiba que como condutor ou piloto tenho,

por vezes, ótimo serviço de bordo, aproveita

Apenas não sei como lhe abraçar e proteger

quando o rio desce pelas barrancas

e o mundo parece de cabeça para baixo virar

Mesmo assim terei minha mão e meu olhar

para lhe segurar ainda que afundemos

e depois finquemos nossas raízes nas margens

para virar na eternidade dois belos jatobás

MARGARIDA de joanna andrade / miami.usa

Bem-me-quer Mal-me-quer bem-me-quer Mal-me quer

OH, ele nao me ama, e agora?

Deixa eu despedaçar outra flor,

Bem-me-quer Mal-me-quer Bem-me-quer Mal-me quer Bem-me-quer

BEM –ME-QUER , que bom!

não é preciso mais nada,

um jardim repleto,

basta!

–  pétalas em pedaços em um tempo seja lá como for…….

Magnífico!

É no contar do mal-me-quer que o vento demora a passar.

-Uma gota sela a pétala ao chão……

O ANJO VINGADOR de jairo pereira / quedas do iguaçu.pr


anjo vingador tenho planos

contra o deus capital

planos ações exercícios de vida e morte

muito suor e sangue pelos poemas

golpes no vazio com catanas de bambu

estilhaços nos espelhos coices nos

pit bulls

pedradas em piscinas ricas

inócuos teus tentáculos polvo

estrangulador

inócuas tuas babas no café da manhã

inócuos teus cartões de crédito

sendas senhas

ao fundo do mar destino tua lábia

uma urna de concreto em lacre

circulada de peixes lemptos

como um navio naufragado

anjo vingador anjo do paraíso na terra

depois do intenso trabalho

vivo grandes momentos do espíritho

componho odes singulares

silogismos poéticos criptogramas

nada te mostro dessa vez

:segredos erigidos em armas:

não sobrará papel sobre papel

de teus vis engenhos.