Arquivos Diários: 8 junho, 2010

CÂNTICO DOS CÂNTICOS de vera lúcia kalaari / portugal


Queria ter confiança na eternidade

E na terra da verdade…

Queria nunca m’esquecer

Que volta sempre a primavera

Qu’entre pedras faz nascer rosas…

Queria deixar de ser este mar morto

Mar sem ondas e sem portos…

Queria deixar de mendigar

No silêncio das noites escuras

Caminhando por ermas estradas

Sem saber p’ra onde vou.

Queria saber quem me roubou minha coroa de rainha

Quem pisou minhas ilusões desfolhadas…

Queria ser a manhã qu’apaga estrelas

E encontrar amor em todas elas…

Queria ser a perdida, a que não s’encontra

Aquela que ninguém conhece,

A rutilante luz dum impossível…

Queria deixar de segurar nas mãos

O bem que nunca é meu

E encontrar no caminho o meu bordão d’estrelas…

Queria encontrar a água que procuro e de que estou sedenta…

Queria não pensar nos que andam descalços pela vida…

Nos que choram em insanas guerras…

Nos que mentiram e nos que mentem…

Não ter pena dos que em má hora nasceram…

Queria ter asas para voar e ser a fé

Na agonia dum moribundo…

Queria ser tudo…e não sou nada.