Arquivos Diários: 22 junho, 2010

A CASA QUE CHEIRAVA GOIABA de jairo pereira / quedas do iguaçu.pr

A CASA QUE

CHEIRAVA GOIABA

Minha casa pobre que cheirava

goiaba :goiaba madura:

noite e dia o odor do fruto no ar

& compareciam abelhas vespas &

outros insetos nathivos

compareciam urdiam moradas

nichos ninhos cobriam as janelas

os vãos das portas os armários

minha casa circulada de pássaros

ao cheiro de goiaba madura

minha casa ornada de insetos

& pássaros aninhos minha casa

com cheiro de goiaba freqüentada

por aves & insetos da estação

minha casa com polpa carmim

pelo chão cascas verdes-amarelas dos

frutos carnudos coladas às paredes

casca polpa sementes aderidas

à madeira bruta às telhas portas

janelas

linguagem de odores & cores

na estrutura :minha casa:

casa de goiaba madura do

piso ao teto

a casa que cheirava goiaba.

Queria agora um poema com

o sabor da fruta: goiaba.