ANIMAL de jairo pereira / quedas do iguaçu.pr

ANIMAL

Comer da tua carne lamber teus

ossos os nervos beber o

sangue sorver a seiva de tua alma

telúrica

beijar teus olhos os cabelos a

tépida tez rubra de teus encantos

fulgir poemas novos no céu da

tua boca compilar ensaios de

vidamorte salvação nos teus

silêncios

trançar oníricas redes conceitos

mapas

sempiternas guias na tua pele

gerir em teu sexo minhas artes de

corpo inteiro compor brinquedos

semlimites

variações de intenso

prazer

Visceral teogônico

antropocêntrico o ato animal

Tomar-te toda como objeto

anímico e desigual.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: