Solidão Furiosa – por omar de la roca / são paulo

 

Então,tudo o que fazemos é por medo da solidão? É por isso que renunciamos a todas as coisas as quais iremos nos arrepender no fim da vida ? É por isso que raramente dizemos o que pensamos?Porque, alem disso,nos prendemos a casamentos falidos,falsas amizades,entediantes festas de aniversário? O que aconteceria se recusássemos tudo isso, por um fim a chantagem disfarçada e fossemos nós mesmos? Se deixássemos nossos desejos aprisionados e nossa fúria desta escravidão jorrar forte como uma fonte ? Em que consiste esta tão temida solidão ? No silêncio de  mudas reprovações ?Em não precisar engatinhar no campo minado da vida de casado ou de meias verdades amigáveis, prendendo a respiração? Na liberdade de não ter alguém a nossa frente durante as refeições? Na integridade do tempo que boceja quando não temos compromissos? Estas coisas não são maravilhosas? Uma situação divina ? Então, porque teme-la ? Não é na verdade um medo que existe apenas porque não pensamos através dos objetos ? Um medo que nos foi incutido pelos pais , professores ou padres ?E como podemos estar certos que os outros não nos invejarão ao ver a extensão de nossa liberdade ? E que eles se afastarão em resposta?

Amadeu do Prado

Anúncios

Uma resposta

  1. Interessante texto, caro Omar. É só o que consigo dizer, em razão de algumas coisas colocadas nesse texto que você nos trás.
    Beijo da amiga
    Zu…zu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: