Último ditador argentino é condenado a 15 anos de prisão – buenos aires.ar

Sentença se soma a duas penas de prisão perpétua que o ex-general de 83 anos já havia recebido

29 de dezembro de 2011 | 13h 46

 Efe

Sentença se soma a duas penas de prisão perpétua que o ex-general de 83 anos já havia recebido - Efe
Efe
Sentença se soma a duas penas de prisão perpétua que o ex-general de 83 anos já havia recebido

BUENOS AIRES - O último ditador da Argentina, o ex-general Reinaldo Bignone, foi condenado nesta quinta-feira, 29, a 15 anos de prisão por delitos de lesa-humanidade cometidos em uma prisão clandestina dentro de um hospital público durante o regime militar que governou o país entre 1976 e 1983.

A sentença ditada nesta quinta-feira pelo Tribunal Oral Federal Nº 2 de Buenos Aires contra Bignone se soma as duas penas de prisão perpétua que o ex-general de 83 anos recebeu em julgamentos anteriores por crimes da ditadura.

o que será que acontece com o BRASIL? ou o BRAZIL? o chile, a argentina, o uruguay, já passaram ou estão passando a limpo a história das grandes noites das suas DITADURAS cruéis, malignas pois “abençoadas pelo maligno lúcifer” segundo declarações de um capitão (médico) torturador nos porões brasileiros. o que acontece? medo? do que? de quem? covardia? cooptação?…o que acontece?

Editoria

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 345 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: