Último ditador argentino é condenado a 15 anos de prisão – buenos aires.ar

Sentença se soma a duas penas de prisão perpétua que o ex-general de 83 anos já havia recebido

29 de dezembro de 2011 | 13h 46

 Efe

Sentença se soma a duas penas de prisão perpétua que o ex-general de 83 anos já havia recebido - Efe
Efe
Sentença se soma a duas penas de prisão perpétua que o ex-general de 83 anos já havia recebido

BUENOS AIRES – O último ditador da Argentina, o ex-general Reinaldo Bignone, foi condenado nesta quinta-feira, 29, a 15 anos de prisão por delitos de lesa-humanidade cometidos em uma prisão clandestina dentro de um hospital público durante o regime militar que governou o país entre 1976 e 1983.

A sentença ditada nesta quinta-feira pelo Tribunal Oral Federal Nº 2 de Buenos Aires contra Bignone se soma as duas penas de prisão perpétua que o ex-general de 83 anos recebeu em julgamentos anteriores por crimes da ditadura.

o que será que acontece com o BRASIL? ou o BRAZIL? o chile, a argentina, o uruguay, já passaram ou estão passando a limpo a história das grandes noites das suas DITADURAS cruéis, malignas pois “abençoadas pelo maligno lúcifer” segundo declarações de um capitão (médico) torturador nos porões brasileiros. o que acontece? medo? do que? de quem? covardia? cooptação?…o que acontece?

Editoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 460 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: