Argentina condena ex-militares à prisão perpétua por crimes durante a ditadura

15/10/2012 – 23h27

Da BBC Brasil

OS DITADORES:

 

Brasília – Um tribunal da Argentina condenou hoje (15) à prisão perpétua três ex-oficiais da Marinha por executar 16 presos políticos há quatro décadas.

Os prisioneiros – parte de um grupo rebelde que escapou da prisão – foram executados em 1972 na Base Naval de Trelew, apesar de dispor de proteção legal.

Os juízes responsáveis pelo caso caracterizaram as circunstâncias das mortes como crimes contra a humanidade.

Os advogados dos réus alegaram que vão recorrer da sentença.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: