O fascismo ronda o Brasil em 2014 – por Frei Betto / são paulo.sp

O fascismo ronda o Brasil em 2014 – Por Frei Betto.

 
Ao votar este ano, reflita se por acaso você estará plantando uma semente do fascismo ou colaborando para extirpá-la.
Jean-Marie le Pen, líder da direita francesa, sugeriu deter o surto demográfico na África e estancar o fluxo migratório de africanos rumo à Europa enviando, àquele sofrido continente, “o senhor Ebola”, uma referência diabólica ao vírus mais perigoso que a humanidade conhece. Le Pen fez um convite ao extermínio.
O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy propôs a suspensão do Tratado de Schengen, que defende a livre circulação de pessoas entre trinta países europeus. Já a livre circulação do capital não encontra barreiras no mundo… E nas eleições de 25 de maio a extrema-direita europeia aumentou o número de seus representantes no Parlamento Europeu.
A queda do Muro de Berlim soterrou as utopias libertárias. A esquerda europeia foi cooptada pelo neoliberalismo e, hoje, frente a crise que abate o Velho Mundo, não há nenhuma força política significativa capaz de apresentar uma saída ao capitalismo.
Aqui no Brasil nenhum partido considerado progressista aponta, hoje, um futuro alternativo a esse sistema que só aprofunda, neste pequeno planeta onde nos é dado desfrutar do milagre da vida, a desigualdade social e a exclusão.
Caminha-se de novo para o fascismo? Luis Britto García, escritor venezuelano, frisa que uma das características marcantes do fascismo é a estreita cumplicidade entre o grande capital e o Estado. Este só deve intervir na economia, como apregoava Margareth Thatcher, quando se trata de favorecer os mais ricos. Aliás, como fazem Obama e o FMI desde 2008, ao se desencadear a crise financeira que condena ao desemprego, atualmente, 26 milhões de europeus, a maioria jovens.
O fascismo nega a luta de classes, mas atua como braço armado da elite. Prova disso foi o golpe militar de 1964 no Brasil. Sua tática consiste em aterrorizar a classe média e induzi-la a trocar a liberdade pela segurança, ansiosa por um “messias” (um exército, um Hitler, um ditador) capaz de salvá-la da ameaça.
A classe média adora curtir a ilusão de que é candidata a integrar a elite embora, por enquanto, viaje na classe executiva. Porém, acredita que, em breve, passará à primeira classe… E repudia a possibilidade de viajar na classe econômica.
Por isso, ela se sente sumamente incomodada ao ver os aeroportos repletos de pessoas das classes C e D, como ocorre hoje no Brasil, e não suporta esbarrar com o pessoal da periferia nos nobres corredores dos shopping-centers. Enfim, odeia se olhar no espelho…
O fascismo é racista. Hitler odiava judeus, comunistas e homossexuais, e defendia a superioridade da “raça ariana”. Mussolini massacrou líbios e abissínios (etíopes), e planejou sacrificar meio milhão de eslavos “bárbaros e inferiores” em favor de cinquenta mil italianos “superiores”…
O fascismo se apresenta como progressista. Mussolini, que chegou a trabalhar com Gramsci, se dizia socialista, e o partido de Hitler se chamava Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, mais conhecido como Partido Nazista (de Nationalsozialist).
Os fascistas se apropriam de símbolos libertários, como a cruz gamada que, no Oriente, representa a vida e a boa fortuna. No Brasil, militares e adeptos da quartelada de 1964 a denominavam “Revolução”.
O fascismo é religioso. Mussolini teve suas tropas abençoadas pelo papa quando enviadas à Segunda Guerra. Pio XII nunca denunciou os crimes de Hitler. Franco, na Espanha, e Pinochet, no Chile, mereceram bênçãos especiais da Igreja Católica.
O fascismo é misógino. O líder fascista jamais aparece ao lado de sua mulher. Como dizia Hitler, às mulheres fica reservado a tríade Kirche, Kuche e Kinder (igreja, cozinha e criança).
O fascismo é anti-intelectual. Odeia a cultura. “Quando ouço falar de cultura, saco a pistola”, dizia Goering, braço direito de Hitler. Quase todas as vanguardas culturais do século XX foram progressistas:expressionismo, dadaísmo, surrealismo, construtivismo, cubismo, existencialismo. Os fascistas as consideravam “arte degenerada”.
O fascismo não cria, recicla. Só se fixa no passado, um passado imaginário, idílico, como as “viúvas” da ditadura do Brasil, que se queixam das manifestações e greves, e exalam nostalgia pelo tempo dos militares, quando “havia ordem e progresso”. Sim, havia a paz dos cemitérios… assegurada pela férrea censura, que impedia a opinião pública de saber o que de fato ocorria no país.
O fascismo é necrófilo. Assassinou Vladimir Herzog e frei Tito de Alencar Lima; encarcerou Gramsci e madre Maurina Borges; repudiou Picasso e os teatros Arena e Oficina; fuzilou García Lorca, Victor Jara, Marighella e Lamarca; e fez desaparecer Walter Benjamin e Tenório Júnior.
Ao votar este ano, reflita se por acaso você estará plantando uma semente do fascismo ou colaborando para extirpá-la.

30 Respostas

  1. Eu continuo sem saber o motivo pelo qual insistem em associar regimes autoritários como o nacional-socialismo e o fascismo à direita, enquanto a história mostra que esses regimes apelidados de movimentos da “extrema-direita” são nada mais que a evolução natural do socialismo. Não sou católico, não defenderei o papa que fechou os olhos para os crimes hediondos executados pelos nazistas/fascistas, contudo penso que pelo fato do vaticano se encontrar dentro do território italiano o medo de ser atacado deve ter sido um dos motivos para o papa ter agido daquela forma. Outro fato que me surpreende é a idolatria de assassinos, terroristas e bandidos como Marighella, Che Guevara, Fidel, Stalin, Ho Chi Min, e tantos outros cujas ações devem causar pesadelos em satanás. Até onde eu saiba existia o chamado pacto Molotov-Ribbentrop (pacto de não agressão entre a Alemanha de Hittler e a URSS), pelo o que eu saiba a Rússia de Stalin também invadiu a polônia, sei também a respeito do genocídio praticado contra a população da Ucrânia pelos sovietes, e existem filmagens do “salvador” Che confessando que fuzilou e fuzilaria de novo enquanto fosse necessário(http://www.youtube.com/watch?v=YDOBhmHpUZY). Todos se lembram de auschwitz poucos se lembram dos gulags.

  2. Será que depois que Lula passou a rasteira nesse frei, ele surtou? Que discurso mais antigo, discriminatório, separatista… Essa doutrina já faliu, frei Beto. A dicotomia esquerda-direita já foi soterrada pelas evidências da igualdade dos seres humanos e pela evolução espiritual em marcha. Seja em que patamar você se encontre, exercite a tolerância. Despoje-se desse título de frade de uma vez e vá morar em Cuba com titio Fidel. Quem sabe você não restabeleça o “paredon”? Haja saco pra ler essas baboseiras.

  3. Ridículo! Imensamente ridículo um frei falando de divisão de classes. Vai falar de Deus ou saia da igreja e se candidate a algum cargo político!

  4. O senhor esta maluco? Este papo é pura viagem, o senhor deve estar drogado.

    1. Ele esqueceu de falar de Che Guevara, o heroi da esquerda, que construiu as UMAPs para isolar homossexuais, aidéticos e outros do gênero.

  5. QUANDO OS VEJO JULGANDO UM TEXTO ESCRITO POR FREI BETO…… O QUE DIZER?

    1. Eu diria: é isso que dá misturar igreja com política. Desde quando um frei deveria ser militante? Deveria, sim, fazer como o Papa Francisco: abraçar a todos com suas escolhas, sem gerar divisão. Lamentável esse senhor.

  6. Como os comunistas são preconceituosos e presunçosos. Utópicos e sempre derramando seu veneno por onde passam. O fascismo têm mais características em comum com o comunismo do que com o liberalismo.

  7. Carlos Eduardo Costa Ribeiro | Resposta

    A receita é a seguinte : Gingko Biloba pela manhã logo cedo, depois de alguns minutos do café da manhã Citalopram, um pouco antes do almoço Épez. Mas, se durante o dia aparecer novo susto psicótico retrogrado, velho, ultrapassado e sem sentido como este texto, Rivotril de hora em hora até normalizar. A cápsula do tempo estacionou na cabeça deste moço.

    1. Você é a prova empírica que comprova a escalada do fascismo no Brasil: violento, burro e tosco. Além de tudo é também prova empírica que vai mal a educação nesse país, principalmente em uma classe que possuía todas as condições de obtê-la.

    2. Minha receita é tiro é queda, 5 bananas, mais 1 goiaba, 1 colher de guaraná e outra de gengibre em pó mais 4 colhers de farelo de trigo, todas as manhãs até que fique bem.

  8. Ele mesmo diz que os fascistas, nazistas, eram esquerdas, socialistas rs Mas claro q nao eram, eram fascistas, nazistas, se dizendo socialistas. rsrsrsrs Coitado!! O comunismo acabou com o cérebro dele.

  9. Quanta lição vem de um frei(???)! Divisão de classes, pregação de antagonismos entre os próprios brasileiros, favorecimento dos corruptos maiores desta nação roubada e tripudiada por aqueles que pregavam uma teoria fantástica e na prática tornaram-se ladrões do povo sofrido e maltratado. Não há diferenças. Há roubalheira petista. Um desaforo eu ter perdido tempo lendo tanta teoria hipócrita.

  10. Golpe? Sabe o que é golpe, frei Beto? É aquilo que vc e Marighella urdiam em 1968! Só que ali não era fascismo, era golpe comunista! VC vai ver um presidente eleito nas urnas pela maioria do povo brasileiro! Isso é golpe, frei(Vc é frei?) Beto? Vcs comunistas são minoria no Brasil, tentam, tentam, mas no fim só levam na tarraqueta!

  11. Li o texto, pecebi que o Frei Beto não mencionou ninguem! Mas parece que o chapéu serviu!!!!!!

  12. O texto apresentado como sendo de Frei Beto é didático, acadêmico, bem elaborado. No entanto fico com as duas 1ªs respostas, muito realistas, isentas. Preocupa, hj, a todos os brasileiros de bom senso o apoio, ainda discreto, mas claro, pois ñ poderia ser diferente nas atuais circunstâncias, q a presidente Dilma dá ao grupo terrorista Estado Islâmico, entre outras questões de extrema importância. Ñ há ligação entre PSDB e fascismo, como propôs o mentor da postagem do texto q diz ser de Frei Beto, mas podemos nos perguntar: Pq Dilma defende este grupo extremista? Em q isso interessa aos brasileiros q são na sua maioria cristãos(em torno de 90%)? Refletir.

  13. Este texto pode muito bem ser de Frei /Beto, embora eu duvide. Mas, uma vez que fala em ideologia, deve estar falando de partido político, evidenciando a velha e canhestra tecla maniequista. O que o autor esta oferecendo por esta via indireta é o Partido dos Trabalhadores cujos próceres estão se locupletando com o dinheiro público, numa orgia de corrupção contra a qual o autor (caso ele seja mesmo Frei Beto) se insurgiu e se retirou do governo. Pode-se discutir a ideologia marxista fascista, nazista, o que quiser, mas desonestidade é desonestidade em qualquer ideologia. O PT perdeu o direito de falar em ideologia no exato instante que instaurou a impunidade para si e seus mentores. O artigo fica muito bem como folha didática mas, não foram os fascistas que, descaradamente, delapidaram a Petrobrás numa ação vergonhosa, a mostrar qual é a “ideologia” do partido reinante. Sei não. Frei Beto é melhor do que isto.

  14. Texto ridículo. Insinua que votar em Aécio é votar no fascismo… quem está plantando o terror aqui? Não seria o autor ao insinuar que Aécio é a volta da ditadura? Um partido que veio justamente do combate ferrenho a ela? O PT votou contra a constituição cidadã… o PSDB ajudou a redigi-la.
    O autor, ao instilar o medo de um retrocesso faz justamente o que ele mesmo critica, que é “instilar o medo”. E ainda é preconceituoso com a ‘classe média’, que é justamente a classe que colocou o PT no poder. PT esse que teme perder as regalias que hoje tem ao usurpar toda a máquina pública ao seu favor.
    PSDB não é direita, não é fascismo. O PT se posiciona hoje muito mais à direita do que o PSDB pois além de usar a política econômica neoliberal, não toca nas regalias dos que são realmente poderosos no Brasil. Muito pelo contrário, os ajuda a mantê-las.
    Vale tudo para se manter no poder, não é?

  15. Esse texto é mesmo de Frei Betto? Tem algum lugar onde possa atestar a sua veracidade? Digo, porque compartilhei e uma pessoa me questionou sobre isso.

    Se possível, me deem um retorno sobre a autenticidade.

    Att

    Reinofy Duarte

  16. Perfeito!

  17. Não há no mundo algo que o outro não pretenda realmente ou faça, fascismo é acusar e não fazer nada, gostaria de ter exemplos de não fascismo onde TODAS as pessoas são elite ou elitizadas. O autor da matéria é como outros que, desde o início das acusações contra o fascismo não receita a solução, são bravatas? Cada povo tem que ser o país que é, criar soluções internas. É muito complexo o assunto para se falar em fascismo ou não fascismo. O Frei com certeza preza de regalias e etc, em nome do não fascismo, esses que defendem a igualdade deveriam deixar a riqueza deles, o conforto nas vilas e favelas. Bem, é outra conversa que eles irão iniciar. Na verdade o mundo” não tá nem ai” para a humanidade, e ainda destruímos o que é do mundo.

    1. S’il vous plaît. O exercício do pensar, refletir e não apenas comentar, deve ser praticado com mais frequência. Merci

  18. É isso que precisamos mostrar, muitos vivem longe da política e acham que não existe ideologias e partidos políticos, mas o modelo adotado por determinados grupos mostram claramente suad correntes de pensamento facista, como é o caso do PSDB, não tem nads de social democrsta.

  19. COMO SEMPRE E COMO TODO “BOM” COMUNISTA O FREI BETO ESTÁ CUMPRINDO O SEU PAPEL: É O “ACUSA-OS DO QUE FAZES, CHAMA-OS DO QUE ÉS”. QUEM MAIS É FASCISTA QUE A ESQUERDA?

    1. Não sei. Mas se fosse arriscar um palpite, diria que é aquele povinho que comenta em blogs usando caixa alta.

  20. […] document.getElementsByTagName('script')[0];s.parentNode.insertBefore(li, s); })(); Pela Equipe de Palavreiros da Hora Ao votar este ano, reflita se por acaso você estará plantando uma semente do fascismo ou […]

    1. Rapaz, tentaram hackear isso aqui? Tentaram injetar um javascript? Que feio!! Isso não é democrático.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: