Arquivos de Categoria: frases

GABRIEL GARCIA MARQUES afirma:

“O problema do casamento é que se acaba todas as

noites depois de se fazer o amor, e é preciso tornar a

reconstruí-lo todas as manhãs, antes do café”.

JOÃOZINHO TRINTA entregou as moedas para o barqueiro, hoje / são luis.ma

“Carnaval é o único momento de realidade. Vá você fazer o carnaval de uma escola de samba no morro e pedir pro crioulo sair de escravo, ele te manda a pu… Porque escravo ele já é o tempo todo. Ele gosta é do luxo, ele quer ser príncipe e princesa, que na verdade, ele é e foi e tem o direito de continuar a ser” –  Joãosinho Trinta

“O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.” – Chico Xavier

em 25/11/2011 as 20:10

recebi a FRASE ACIMA, de um leitor amigo e colaborador do site, há alguns meses, como sendo de CHICO XAVIER. entendi de publicar. não coloquei dúvida na autoria, até porque, o respeitável espírita jamais assumiria algo que não fosse seu ou dos seus mentores. agora, o meu amigo e brilhante escritor OLSEN JR, também colaborador do site, nos esclarece que se trata de uma frase/pensamento do não menos brilhante poeta/filósofo português FERNANDO PESSOA. sem, pessoalmente, saber da origem real, tomo posição  favorável ao alerta de OLSEN JR, a quem, de público, agradeço esta preciosa colaboração corretiva. é difícil de se compreender as pessoas por tais atitudes. modificar a autoria não melhora a imagem de ninguém, antes, pelo contrário, agride a moral do provável beneficiado. para que os comentários e esta observação tenham sentido, mantenho o post tal como está.

LULA o Brasil ESTÁ com VOCÊ!

ERNESTO “CHÊ” GUEVARA: hoje aniversário de sua morte

“Os jovens… e eu me vejo como um… nós precisamos estudar e estudar pesado. Nós não devemos dizer que meus olhos ardem ou que eu não gosto de ler, que eu fico cansado, que não há óculos, que eu tenho muita vigia, que as crianças não me deixam dormir… todas essas coisas que as pessoas levantam. Nós precisamos estudar por todos os meios.” 


Che Guevara

 


SALVE A SELEÇÃO! SALVEM-NOS!

 

…o SUFICIENTE!

…porque a morte é provavelmente a maior invenção da vida. É o agente de transformação da vida. Ela elimina os antigos e abre caminho para os novos…STEVE JOBS / eua

PRESIDENTA DILMA dá um PITO na atrevida jornalista da TV GLOBO (Fantástico de 11/09/2011)

UM clique no centro do vídeo.

UMA DÚZIA DE FRASES-SÍNTESE, NÃO MUITO OTIMISTAS, SOBRE A CONDIÇÃO DE SER – por zuleika dos reis / são paulo

           

  • Quanto mais alto o sonho, maior a extensão da fratura exposta ao se cair no real.
  • Quase sempre o que o ser grita, no silêncio das quatro paredes, não pode ser ouvido por ninguém, muito menos por ele mesmo.
  • Em um mundo em que a maioria se escuda nas suas verdades absolutas, inquestionáveis, há os que não têm sequer a certeza de que existam de verdade, fernandos pessoas avulsos, ao longo das Idades e dos mundos.
  • A vida é sonho, quase sempre pesadelo.
  • Já que não é possível se saber, com certeza, quase coisa nenhuma de si, nem do outro, nem do mundo, o melhor negócio, o mais conveniente, é adaptar-se à própria ignorância, que sobrevivência é privilégio dos que se adaptam.
  • Querer que alguém realmente nos saiba é o mesmo que se apostar na loteria, em prêmio acumulado há milênios, prêmio que não teve, jamais, nenhum ganhador.
  • A esperança é um ser que, quando hiberna, às vezes é preciso esperar o término de muitos invernos até que ela, esperança, apresente, de novo, algum sinal de vida.
  • Somos todos poliglotas, necessariamente, muitos sem o saber, porque com cada outro ser urge falar uma língua diferente, se se quer manter a possibilidade de alguma mínima mútua compreensão.
  • No desgoverno do mundo, o desgoverno do ser.  Que bela dupla! Que dupla imbatível!
  • Solidão não é escolha. Solidão é alfa-ômega, começo e fim, a presença que nos permanece fiel quando todas as outras, inclusiva a nossa própria, já nos traíram e nos abandonaram.
  • Há amores que são eternos: nunca mais acabam de morrer dentro de nós.
  • Para encerrar em outra tônica: Em toda escuridão sempre permanece a possibilidade de repentino ponto, ou de repentino clarão de luz que podem, um ou outro, vir das notas saídas de um violino… da imagem de um quadro… do olhar de uma pessoa desconhecida… de um sorriso de bebê… de uma lágrima a cair…  da palavra ou do silêncio  invisível de algum deus que esteja a passar…

Na noite de 29 de abril de 2011.

CAIADO ataca BORNHAUSEN, irmãos gêmeos / brasilia

DEU NO TWITER:
Ronaldo Caiado
@deputadocaiado Ronaldo Caiado
Jorge Bornhausen e Saulo Queiroz mudaram o nome e os rumos do PFL, fracassaram, tentaram covardemente jogar a culpa em outros e saíram.
21 hours ago via Echofon
.
Ronaldo Caiado

@deputadocaiadoRonaldo Caiado
Agora, Jorge Bornhausen, que sempre foi de se acomodar à sombra do poder, trabalha para entrar no governo do PT.
21 hours ago via Echofon
.
O deputado dá de barato que Bornhausen seguirá o mesmo rumo de Saulo. Escreve que ambos já “saíram”:

“Jorge Bornhausen e Saulo Queiroz mudaram o nome e os rumos do PFL, fracassaram, tentaram covardemente jogar a culpa em outros e saíram”.

Realça no ex-correligionário a vocação governista: “Jorge Bornhausen, que sempre foi de se acomodar à sombra do poder, trabalha para entrar no governo do PT”.

Recorda uma passagem da eleição de 2010: o comício em que Lula atacou, na Santa Catarina de Bornhausem, o DEM:

Jorge Bornhausen ajuda Lula, que disse, em SC, tentar exterminar o DEM! A que ponto chegamos. Também faz a ponte entre governo-PSD”.

Trata Bornhausen como um silvério: “A atuação da quinta coluna no DEM foi lamentável e já entrou para a história”.

Devagarzinho, a conflagração que corrói as entranhas do DEM vai transbordando. Caiado lavou a roupa suja dos gabinetes fechados para a mais moderna das praças públicas: a internet.

JS.

WOODY ALLEN…- eua

MÁRIO QUINTANA e o OLHAR / porto alegre

Dilma tem 55% dos votos válidos, mostra Vox Populi. EXCLUSIVO: LULA RESUME O BRASIL QUE VAI ÀS URNAS “Acabou o tempo em que a casa grande dizia o que a senzala tinha que fazer, acabou”

SUFICIENTE.

“Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma” – Joseph Pulitzer

Verônica Dantas, irmã do banqueiro e Verônica Serra, filha do candidato, sócias em uma empresa em Miami, quebraram o sigilo de 60.000.000 (milhões ) de brasileiros quando SERRA era ministro e FHC presidente. A imprensa, dita democrata, que formam o PIG- PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA, FOLHA DE SÃO PAULO, V E J A, O ESTADO DE SÃO PAULO e outros, NÃO SABEM DE NADA, não apuram nada, não…NADA ! $$$$$

“QUANDO DOU COMIDA AOS POBRES, ME CHAMAM DE SANTO. QUANDO PERGUNTO PORQUE ELES SÃO POBRES, CHAMAM-ME DE COMUNISTA”. / DOM HELDER CÂMARA – salvador.ba

T H O M A S . J O N E S

RUDI BODANESE e parceiros:”FOTO-POEMAS” / ilha de santa catarina

.

O ouro do lixo e a milionária casca do ovo – por alceu sperança / cascavel.pr

Mensagens escritas para crianças e transmitidas pela Rádio Cidade, atual Rádio Globo Cascavel

**

A humanidade está evoluindo, a cada descoberta, a cada nova invenção.

Quem vê passar um humilde catador de papel recolhendo aquilo que atiramos fora pode imaginar que ele não tem a menor possibilidade de, um dia, prosperar ou enriquecer.

Reconhecemos que ele faz uma das mais importantes atividades humanas – a reciclagem –, na qual todos nós devemos fazer a nossa parte, mas mantemos a idéia de que o catador é e sempre será pobre.

Pensando bem, já é uma pessoa rica espiritualmente aquela que participa da reciclagem, pois torna melhor o nosso mundo.

Mas não é verdade que os catadores tenham que ficar eternamente na humilde condição da pobreza material.

A revista americana Foreign Policy (Política Externa) acaba de publicar que há mais ouro em uma tonelada de computadores velhos jogados fora do que em 17 toneladas do minério bruto.

Certamente as minas de ouro com reservas de 17 toneladas não estão acessíveis às nossas mãos, mas a cada minuto mais computadores ultrapassados são jogados fora.

E eles, ao montar uma pilha de uma tonelada, têm mais ouro fácil de tirar que as minas com quase 20 toneladas de minério difícil de extrair.

Nas periferias das grandes cidades, já se pode ver catadores dirigindo seus automóveis e comprando casas em bairros de classe média.

Eles garimpam ouro no lixo.

A indústria está vendendo computadores no Brasil aos milhões – quinze, vinte milhões ao ano.

Muitos milhões mais foram montados e “importados” informalmente.

A cada três ou quatro anos, eles são trocados por novos e o que sobra vira lixo tecnológico.

Um lixo que se multiplica a cada ano.

Desse lixo, os novos catadores já estão tirando não mais apenas a sobrevivência.

Eles já começam a formar patrimônio.

O ser humano tem jeito? Tem jeito, sim!

***

Se alguém comeu uma omelete no almoço de hoje, fez o quê com as cascas dos ovos?

Se as jogou fora, também jogou dinheiro fora.

As cascas de ovos sempre foram consideradas plenamente descartáveis depois de compor bolos, doces diversos, farofas e omeletes.

O Brasil produz 20 bilhões de cascas de ovos por ano.

Sempre se soube que as cascas de ovos tinham qualidades importantes.

Trituradas, por exemplo, fornecem cálcio para combater a osteoporose.

O artesanato as utiliza em diversas aplicações.

Até cimento é possível fazer com elas, em combinação com outros produtos.

Fora disso, as cascas continuavam a ser implacavelmente destinadas ao lixo.

Mas nessas desprezíveis embalagens naturais se escondia uma atraente mina de ouro à espera de alguém capaz de extrair seu segredo.

Esse alguém foi o jovem cientista chinês Liang-Shih.

Ele descobriu que a casca é recoberta por dentro com uma membrana rica em colágeno, um material que, quando purificado, chega a custar mil dólares o grama.

Cerca de 10% da membrana é constituída de colágeno, que pode ser utilizado tanto pela própria indústria de alimentos quanto para tratamentos médicos, para recuperação de pessoas que sofreram queimaduras graves ou em cirurgias cosméticas.

O incrível da genialidade humana e da juventude estudiosa que temos em todo o mundo é sua capacidade de tirar daquilo que todos julgávamos inútil mais uma fonte de riquezas.

O destino da humanidade, portanto, só pode ser a riqueza e a felicidade.

….

O ser humano tem jeito? Tem jeito, sim!

RUMOREJANDO ditados juquianos – por juca (josé zokner) / curitiba

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I (De ditados juquianos).

A matemática,

Desenvolve

O raciocínio;

A prática,

Desenvolve

O tirocínio.

(E a globalização

Desenvolve

O morticínio…)

Constatação II

E como dizia aquela mãe extremosa, se referindo ao seu filhinho do coração de 35 anos que vivia dando golpes na praça: “Ele é um pobre de um incompreendido”.

Constatação III (Passível de mal entendido).

Ela colocou os ovos dele na geladeira.

Constatação IV

Sem dúvida, era um mau genro. Quando a sogra entrou numa escola de pára-quedismo, se pôs a distribuir, a torto e a direito, sementes e mudas de roseiras, abacaxi e daquele gênero de cacto bem espinhento…

Constatação V (Interlocutor chato).

A conversa

Converge,

Tergiversa,

Submerge…

Constatação VI

Rico aborda educadamente; pobre, baixa intempestivamente.

Constatação VII

Não se deve confundir despontar com desapontar, até porque, ao despontar a sogra no portão da sua casa você não deixa de sedesapontar.

Constatação VIII

Não se deve confundir preterido com preferido, muito embora, às vezes, o preferido é preterido como naquela história, que vocês tão bem conhecem – embora, ainda, não tenha passado na televisão –, do filho pródigo que volta à casa paterna e o pai manda servi-lo do bom e do melhor, coisa que para o preferido nunca havia sido feito.

Constatação IX

Rico negaceia; pobre, tira o corpo fora.

Constatação X

Impretérito perfeito não tem nada a ver com pretérito imperfeito, até porque impréterito não existe.

Constatação XI

Quebrou a munheca*.

Quando, pelos amigos largado,

Em casa entrou,

Todo cambaleante, torto,

Menos vivo que morto,

Que meleca !

De susto, quase expirou:

A mulher, no começo tão amada,

Tinha se mandado.

Não mais agüentou

O que se tornou

Uma empreitada…

Coitada!

Coitado!

*Quebrar a munheca = Embriagar-se.

Constatação XII

Pobre vende a alma; rico, faz concessões.

Constatação XIII

O rei estava nu. Claro, ele estava se preparando para entrar no banho.

Constatação XIV

Deu na mídia: “A Confederação Nacional da Indústria – CNI, em documento entregue aos presidenciáveis, citou que o país pode ter renda per capita de ricos até 2040”. Vai-se a esperança deste assim chamado escriba de fazer parte dos ricos, tendo em vista a sua – minha – provecta idade. E já que falamos sobre o assunto, a CNI nada falou quanto à distribuição de renda que em nosso país sempre foi a pior do mundo.

Constatação XV (Teoria da Relatividade para principiantes).

É muito melhor que baixem as ações na Bolsa de Valores do que a tua frágil libido. No entanto, dependendo do número de ações que você tenha, baixando estas, o fato poderá ocasionar a baixa daquelas…

Constatação XVI

Do meu Amigo o psicanalista Davy Bogomoletz: “Minha aplicação da Lei de Newton ao problema econômico: O dinheiro atrai o dinheiro na razão direta das quantias e na razão inversa do quadrado da necessidade!”

Constatação XVII

O  técnico da Argentina fez a seguinte afirmação: ‘Se  a Argentina ganhar a Copa do Mundo, eu fico nu no Obelisco em Buenos Aires’. Data vênia, como diriam os nossos juristas e provavelmente os juristas dos  nossos hermanos, mas Rumorejando acha que  tal visão viria a empanar a alegria dos argentinos e, principalmente, das  argentinas. Pra quem não se interessa por futebol, somente pela referida soturna visão de Maradona pelado.

DÚVIDAS CRUCIAIS.

Dúvida I

E quem diria que a palavra fomentar, que quer dizer “promover o desenvolvimento, o progresso de”, também quer dizer “lixar-se; danar-se” ? (Houaiss)

Dúvida II

Foi o cético que passou a não acreditar até nas suas próprias palavras ?

Dúvida III (Via pseudo-haicai).

No bate, rebate

Até o gandula

Entrou no embate ?

Dúvida IV

Intercâmbio é quando os gaúchos trocam de time, passando do Grêmio para o Internacional ?

Dúvida V (Via pseudo-haicai).

Só naquele instante,

O ancião achou viagra

Interessante ?

Dúvida VI

Fugiram da casamata,

Do xilindró,

Usando só

Um abridor de lata ?

Dúvida VII

A expressão “cunhada” foi cunhada pela sua cunhada ou pela cunhada da sua cunhada ?

Dúvida VIII

Será que sem embreagem

E com o freio de mão puxado

Aumenta o teor de frenagem

Do perdulário

Das finanças, o secretário

Do vosso estado ?

Dúvida IX

O prezado leitor está em dúvida em quem votar ou em quem não votar nestas próximas eleições?

Dúvida X

E o prezado leitor também está apavorado com a seleção do Dunga?

FÁBULA CONFABULADA (INDIGNA DO MILLÔR).

Numa província chinesa, daquelas que muitos chamariam “bem no interiorzão”, vivia uma população pacata e ordeira como corresponde a quem vive nesses lugares. Trabalhavam a terra para de ela tirar o seu sustento, que no Ocidente se chama de cultura de subsistência, naturalmente estando expostos às condições climáticas para obter uma melhor ou pior safra, já que irrigação que é bom, nem pensar. Evidentemente havia também artesãos, pequenos comerciantes, um ou outro profissional liberal, mas efetivamente, a maioria se ocupava da terra.

O fim de semana, limitado apenas ao Domingo, era dedicado ao futebol, esporte que estava começando a se tornar muito popular, a exemplo de tantos outros países, principalmente do Ocidente. À medida que o esporte se difundia no país, também na província ganhava, cada vez mais, status. A evolução foi tamanha que se formou o time do lugar que disputava partidas amistosas com as províncias vizinhas, quando então se verificava que não eram tão amistosas assim, já que, muitas vezes, acabava em pancadaria, com envolvimento de jogadores, torcedores e outros “ores”, como, vejam só, quem diria, doutores. Sem deixar, é claro, de sobrar para o juiz, como é muito comum nesses casos suceder também no Ocidente. Mas, tudo isso, já é outra história.

A coisa começou a se tornar tão apaixonante, como soe acontecer com este esporte, que resolveram importar um técnico para treinar a equipe, procurando trazer de um país, chamado Brasil, que ficava do outro lado do mundo e que era considerado pela sua própria população, como “o melhor do mundo”, muito embora não tivesse sido campeão numa certa copa, perdendo de goleada de um país que, até então, sempre havia se destacado pelos seus vinhos e queijos e que tinha a fama de viver para comer ao invés de comer para viver, conforme, quem possui o dom da observação, depara algo similar em todo o reino animal. Bem, naturalmente, tudo isso de “gourmet” ou “gourmant”, não deve ser confundido, pois se trata de outra história que, pelo menos por ora, não vem absolutamente ao caso.

Mas, voltemos ao assunto, procurando se dispersar o menos possível: O primeiro técnico cogitado, que ao longo de toda sua carreira havia se mostrado supersticioso, invocando sempre o número 13, foi descartado pelo fato de haverem chegado a conclusão de que, se mandinga desse resultado, os campeonatos lá no Brasil terminariam com todos os times juntos em primeiro lugar. Ou em último, dependendo da pessoa, que estivesse analisando a colocação dos times, fosse otimista ou pessimista; o segundo técnico lembrado, também foi descartado por haver feito referência ao seu próprio bumbum, alegando ser feio e, com isso, não se propondo a posar nu para revistas especializadas. Julgaram que era uma espécie de marketing ao revés, pois achavam que o retro estava, ao não enaltecer essa sua parte pudenda, exatamente querendo chamar atenção sobre ela, o que não lhes parecia muito ético.

No fim, acabaram optando pela prata da casa, escolhendo o melhor jogador do time para ser o técnico. Aí, como não poderia deixar de ser, verificou-se a famosa Lei de Peter que diz que todo sujeito ascende numa escala hierárquica até atingir o seu nível de incompetência.

De cara, Rah Teh Ven, esse era o seu nome, começou a sugerir que o time jogasse sem se prender a esquemas rígidos. Até aqui, tudo bem. O time, assim, perdia e ganhava ou ganhava e perdia, dependendo se seja otimista ou pessimista. Mais tarde, Rah Teh Ven começou a fazer experiências, baseado em fórmulas de retrancas, copiadas de alguns técnicos brasileiros, que segundo os entendidos, são os mais entendidos no intrincado assunto: volantes atrasados, volantes adiantados, meio de campo com quatro apoiadores, três, sem nenhum, zagueiros líberos, zagueiros híbridos, zagueiros promovidos a beques, beques promovidos a zagueiros, uma barafunda total. O time, como diriam os entendidos, não os acima mencionados, mas os comentaristas esportivos, que parecem, por seus comentários, ser mais entendidos do que os outros entendidos, os técnicos, nunca mais fez as pazes com a vitória. Era derrota em cima de derrota. Rah Teh Ven, de ídolo como jogador, teve, como técnico, até de se mudar para outra província. Lá, constitui família e aos filhos proibiu, patriarcalmente, que se falasse em futebol para todo o sempre. O que, é claro, provocou muitos ressentimentos na família. O que, convenhamos, comumente acontece na maioria delas. Principalmente quando o assunto é herança. Mas, isso, já vem a se constituir numa outra história.

MORAL: Não se mexe em time que está ganhando e perdendo.

A MULHER: FRASES QUE FICARAM PARA SEMPRE

A maior covardia de um homem é despertar o amor de uma mulher sem ter a intenção de amá-la.

Bob Marley

Entre um homem moço e uma mulher bonita, a amizade pura, a amizade intelectual é impossível. O homem e a mulher são, fundamentalmente, irredutivelmente, inimigos. Só se aproximam para se amar – ou para se devorar.

Júlio Dantas


A mulher foi feita da costela do homem, não dos pés para ser pisada, nem da cabeça para ser superior, mas sim do lado para ser igual, debaixo do braço para ser protegida e do lado do coração para ser amada.

Maomé


Nunca confie na mulher que diz a verdadeira idade, pois se ela diz isso… Ela é capaz de dizer qualquer coisa.

Oscar Wilde

A mulher que se preocupa em evidenciar a sua beleza anuncia ela própria que não tem outro maior mérito.

Julie Lespinasse

Uma mulher perdoará um homem por tentar seduzi-la, mas não o homem que perde essa oportunidade quando lhe é oferecida.

Charles Talleyrand-Périgord


Deixemos as mulheres bonitas aos homens sem imaginação.

Marcel Proust

CONCEITOS DEVEM SER REVISTOS E ATUALIZADOS – editoria

Como estamos na ‘ Era Digital ‘, foi necessário rever os velhos ditados existentes e adaptá-los a nova realidade. Veja como ficaram:

.

1. A pressa é inimiga da conexão.

2. Amigos, amigos, senhas à parte.

3. A arquivo dado não se olha o formato.

4. Diga-me que chat freqüentas e te direi quem és.

5. Para bom provedor uma senha basta.

6. Não adianta chorar sobre arquivo deletado.

7. Em briga de namorados virtuais não se mete o mouse.

8. Hacker que ladra, não morde.

9. Mais vale um arquivo no HD do que dois baixando.

10. Mouse sujo se limpa em casa.

11. Melhor prevenir do que formatar.

12. Quando um não quer, dois não teclam.

13. Quem clica seus males multiplica.

14. Quem com vírus infecta, com vírus será infectado.

15. Quem envia o que quer, recebe o que não quer…

16. Quem não tem banda larga, caça com modem.

17. Quem semeia e-mails, colhe spams.

18. Quem tem dedo vai a Roma.com

19. Vão-se os arquivos, ficam os back-ups.

20. Diga-me que computador tens e direi quem és.

21. Uma impressora disse para outra: Essa folha é sua ou é impressão minha.

22. Aluno de informática não cola, faz backup.

23. Na informática nada se perde nada se cria. Tudo se copia… E depois se cola.

A VIDA : assim eles viram

Quando você olha para fora, você sonha, quando você olha para dentro, você acorda.” Carl Jung

.

O povo nunca é humanitário. O que há de mais fundamental na criatura do povo é a atenção estreita aos seus interesses, e a exclusão cuidadosa, praticada sempre que possível, dos interesses alheios.

Fernando Pessoa.

.

TOSTOI :- A maior surpresa da vida é a velhice”.

Bette Davis: – “A velhice não é feita para covardes”.

A minha velhice é definitiva, mas a sua juventude é provisória” – Bibi Ferreira falando para os jovens no Jô 11 e meia. Não sei se é verdade, mas se for, vale a pena repassar!

A única coisa necessária para o Triunfo do Mal é as pessoas de bem não fazerem nada” – (Edmund Burke, 1729-1797).

Tome partido. Neutralidade ajuda o opressor, nunca a vítima. Silêncio encoraja o torturador, nunca o torturado” –(Elie Wiesel).

“O que mais preocupa não é nem o grito dos violentos, dos corruptos, dos desonestos, dos sem-caráter, dos sem-ética.  O que mais preocupa é o silêncio dos bons” – (Martin Luther King).

Na Alemanha Nazista eles primeiro vieram buscar os comunistas e eu não falei nada porque eu não era comunista.

Então eles vieram buscar os judeus e eu não falei nada porque eu não era judeu.

Então eles vieram buscar os sindicalistas e eu não falei nada porque eu não era sindicalista.

Então eles vieram buscar os católicos e eu não falei nada porque eu era protestante.

Então eles vieram me buscar – e a esta altura já não havia mais ninguém para falar nada.” – (Pastor Martin Niemoller).

.

Quem não pune o mal, ordena que se pratique o mal (chi non punisce il male, comanda che si facci)“- (Leonardo da Vinci).

ESSES HOMENS, ESSAS MULHERES… / editoria

“Ninguém educa ninguém, ninguém se educa sozinho, nos educamos mutuamente.”
Paulo Freire

“Antes de desejarmos fortemente uma coisa, devemos examinar primeiro qual a felicidade daquele que a possui.”
La Rochefoucald

“Para se ser feliz até um certo ponto é preciso ter-se sofrido até esse mesmo ponto.”
Edgar Poe

“Não há nada mais terrível do que uma ignorância ativa.”
Goethe

“Nada perturba tanto a vida humana como a ignorância do bem e do mal.”
Cícero

“Os grandes navegadores devem sua reputação aos temporais e tempestades.”
Epicuro

“É mais importante fazer as coisas que devem ser feitas do que fazer as coisas como devem ser feitas.”
P. Drucker

“Devemos seguir adiante, penetrar no desconhecido, no incerto e no inseguro, e utilizar nosso entendimento – o que temos – em fazer planos tanto para a segurança como para a liberdade.”
Karl Popper

“Na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma.”
Lavoisier

“Nasci aqui mesmo no Rio de Janeiro, três meses depois da morte de meu pai, e perdi minha mãe antes dos três anos. Essas e outras mortes ocorridas na família acarretaram muitos contratempos materiais, mas, ao mesmo tempo, me deram, desde pequenina, uma tal intimidade com a Morte que docemente aprendi essas relações entre o Efêmero e o Eterno.”
Cecília Meireles

“A verdade nunca é injusta; pode magoar, mas não deixa ferida.”
Eduardo Girão

“A repetição não transforma uma mentira numa verdade.”
Roosevelt

“Somos responsáveis por aquilo que fazemos, o que não fazemos e o que impedimos de ser feito.”
Albert Camus

“Um mau começo leva a um mau final.”
Eurípides

“Não vemos as coisas como elas são, mas como nós somos.”
Bronson

“A paz não pode ser mantida à força; só pode ser conseguida pela compreensão. Isso vale até pra dentro da sua casa!”
Bronson

“Há homens que lutam um dia, e são bons;Há outros que lutam um ano, e são melhores;Há aqueles que lutam muitos anos, e são muito bons;Porém há os que lutam toda a vida;Estes são os imprescindíveis.”
Bertold Brecht

“Só é realmente corajoso o homem que suporta a desgraça.”
Marcial

“Semeia um pensamento e colherás um desejo; semeia um desejo e colherás a ação; semeia a ação e colherás um hábito; semeia o hábito e colherás o caráter.”
Tihamer Toth

“Você precisa fazer aquilo que pensa que não é capaz de fazer.”
Eleanor Roosevelt

“Uma grama de ação vale mais que uma tonelada de teoria.”
Friedrich Engels – filósofo alemão

“Uma conduta desregrada aguça o engenho e falseia o juízo.”
De Bonald

“Um homem nunca deve envergonhar-se por reconhecer que se enganou, pois isso equivale a dizer que hoje é mais sábio do que era ontem.”
Jonathan Swift

“Um homem com fome não é um homem livre.”
Adlai Stevenson (1900-1965)

“Um hábito não faz o monge, e há quem, vestindo-o, seja tudo menos um frade.”
François Rabelais

“Um fracassado é um homem que cometeu um erro e não é capaz de o transformar em experiência.”
E. Hubrard

DOS CADERNOS DE UMA POETA AO ESTILO DE MISTER HYDE – de vera lúcia kalahari / portugal

Inútil procurar uma solução…É a vida que não tem solução. Nós vamos indo

Levados pelos acontecimentos. Não há outro remédio…

««««

Não vivas com amargura. A amargura não resolve nada. Nem faça da sua dor um  poema. Será inútil, inútil também. Como tudo.

««««

É cobardia mas tranquiliza a nossa vil matéria. Achar alguém responsável pelos nossos erros.

««««

No pedestal da  estátua da glória há sempre essa mistura de ódio e lama que o despeito amassa, com o suor do teu rosto.

««««««««««««««««««

Se não queres perder um amigo, não lhe peças nada.

««««

Há dias assim mesmo…Dias em que o único acontecimento interessante fosse talvez o fim do mundo….

««««

O pessimismo não é uma filosofia. Talvez seja apenas a literatura produzida em dia de azedume.

«««

O céu está completamente azul…Conclusão: A paisagem não interessa .

««««

É mais fácil crer do que não acreditar. Por isso a vida está cheia de desilusões.

WILLIAM HAZLITT e seus PENSAMENTOS – editoria

William Hazlitt (10 de abril de 1778, Mitre Lane, Maidstone – 18 de setembro de 1830, St. Anne’s Churchyard, Soho, Londres) foi um escritor inglês, lembrado por seus ensaios humanistas.

.

A arte de agradar consiste em ter agrado com isso.

The art of pleasing consists in being pleased.

.

Antipatias violentas são sempre suspeitas e revelam uma afinidade secreta.

Violent antipathies are always suspicious, and betray a secret affinity.

.

Regras e modelos destroem gênios e arte.

Rules and models destroy genius and art

.

O preconceito é o filho da ignorância.

Prejudice is the child of ignorance

.

Nenhum jovem acredita que um dia morrerá.

.

O homem é o único animal que ri e chora, porque é o único que se impressiona com a diferença que há entre o que é e o que devia ser.

.

Pensar mal da humanidade sem lhe desejar mal talvez seja a forma mais elevada de sabedoria e de virtude.

.

As pessoas mais silenciosas geralmente são aquelas que pensam o melhor de si mesmas.

.

É impossível odiar alguém que conhecemos.

.

Quase toda a seita do cristianismo representa uma perversão da sua essência, com a finalidade de adaptá-lo aos preconceitos do mundo.

.

A simplicidade de carácter é o resultado natural de profundo raciocínio

.

O homem é um animal que finge – e nunca é tão autêntico como quando interpreta um papel.

.

Nunca conseguimos fazer nada correctamente enquanto não pararmos de pensar em como o fazer.

.

O espírito é o sal da conversa, não o seu alimento.

.

Aqueles para quem a roupa é a parte mais importante da pessoa, acabam, geralmente, por valer tanto quanto a sua roupa.

180px-William_Hazlitt_self-portrait_(1802)

WILLIAM HAZLITT

IMPACIÊNCIA de josé dagostim / criciúma

Impaciência

O tempo corta-me num cerco implacável. Percorro perdido entre os limites da rota e o balanço, num ritual que tenta agradar os deuses da lentidão. Minha dança é sem compasso, presa no entroncamento do destino. Avanço o sinal num gesto previsível que acusa o agastamento do logradouro…


RUMOREJANDO -PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES. por juca ( josé zokner) / curitiba


Constatação I

Não se pode confundir acata com ataca, até porque quem acata quem te ataca quer dizer que você é um bunda-mole que o dicionário Houaiss define como:

1 Regionalismo: Brasil. Uso: informal, pejorativo.

Pessoa fraca, covarde; pusilânime.

Ex.: agora vamos ver quem é homem e quem é b.JUCA - Jzockner pequenissima (1)

2 Regionalismo: Brasil. Uso: informal, pejorativo.

Pessoa pouco ativa, desanimada.

Nota de Rumorejando: Os deputados e senadores são pessoas de muita atividade. Lamentavelmente, em seu próprio benefício…

Constatação II

Deu na mídia: “O Banco católico Pax Bank pediu desculpas por investir em armas, cigarros e pílulas anticoncepcionais”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que banqueiro é banqueiro, sem distinção de raça, cor ou religião. Aliás, a religião do banqueiro é o dinheiro. E, em certos países, sempre visando lucros estratosféricos e, consequentemente, pornográficos… Não é à-toa que o irlandês George Bernard Shaw disse que “o pecado do ladrão é a virtude do banqueiro”.

Constatação III (e já que falamos no assunto…)

Ela era toda circunspeta

Inclusive sua bunda,

Pouco rotunda,

Que tava mais para atleta.

A dita, nunca mostrava os dentes

Foi a única que conheci assim

As demais, sempre sorridentes,

Como costumam ser

As bundas femininas,

Pela manhã, à tarde e ao anoitecer.

Sejam de meia-idade,

Da longínqua mocidade

Ou de meninas;

Sejam brancas, morenas ou carmesim.

Será que, além dos glúteos, os músculos,

Das bundas que abrigam algum biquíni,

Grandes ou minúsculos,

Possuem também o músculo Risório de Santorini*?

*que ou o que se localiza na proximidade dos lábios (diz-se de pequeno músculo).  (Houaiss). Músculo do riso.

Constatação IV (Pseudo-soneto da série Ah, o Amor…)

Meus sensíveis pontos erógenos

Ela, irritada, me ponderou,

São os que mexem com meus estrógenos

E você mais uma vez se enganou.

Você foi muito pro lado e acima

E, como sempre, muito depressa.

Você só pensa na tua superestima,

Você ainda não aprendeu, ora essa!

Me diga, então, os pontos exatos

To cansado de ouvir teus desacatos.

Preciso reaprender com exatidão.

Meu nariz, meu pulso e meu cotovelo;

Meus cílios, minhas unhas e meu tornozelo,

As bochechas, o cabelo e o metatarso do dedão.

Constatação V (De diálogos matrimoniais intelectualizados).

Sugeriu à mulher

Um “ménage à trois”.

Ela, como quem nada quer,

Esnobou no francês:

-“Ce serait bon, tu crois?

Você vai convidar

Teu amigo javanês?”

-“Não. Queria que você convidasse

A mulher dele”.

-“Aí, vamos ficar

Num baita impasse.

A javanesa,

Que, reconheço, é uma beleza,

Apenas topa ir com ele.

No ménage que eu participei

Com os dois

Eu só fiquei

No feijão com arroz”*

*Não ficou claro o que ela quis dizer com o “feijão com arroz”. Quem souber, por favor, cartas a este assim chamado escriba, pelo correio eletrônico, para podermos esclarecer aos nossos prezados leitores. Obrigado.

Constatação VI

Não se pode confundir prensado com repensado, mormente no caso da crise do Senado brasileiro, até porque, cada vez que o presidente do Senado é prensado por atos que cometeu e/ou tinha conhecimento sem tomar providencias e a Oposição tenta afasta-lo entram variáveis do tipo “eles também têm o rabo preso” e o caso passa a ser, incontinentemente, repensado

Constatação VII

Pintou e bordou:

Pintou o sete;

Bordou no corpete

A foice e o martelo.

O marido de Direita

Pôs-se amarelo.

Broxou.

Cortou, logo, o elo

E com ela não mais se deita.

E com cara amarrada

Falou muito zangado:

“Quem assim se enfeita,

Por si só se enjeita”.

Coitada!

Coitado!

Constatação VIII

Incorrigível,

O Senado doente

Acertou os ponteiros

Que o seu presidente,

Ainda por muitos janeiros,

À semelhança de anos inteiros,

Parece ser irremovível.

Constatação IX

O coringa ensejou

Que ele batesse

No jogo de canastra.

Aí, ela a roupa tirou,

Conforme combinado

De quem perdesse.

Ela, de tão magra,

Parecia uma pilastra.

Eis que o pai entra na sala

E os dois flagra.

Brande sua bengala.

Em sua direção.

“Seu safado!”

Ele nem se despede,

Se escafede

E na escuridão

Do jardim

Cai numa vala.

E rasga sua túnica

E sua única

Calça de brim.

Coitado!

Constatação X

Rico sempre seus ganhos dobra; pobre, soçobra.

PENSADORES E SEUS PENSAMENTOS

“Ninguém educa ninguém, ninguém se educa sozinho, nos educamos mutuamente.”
Paulo Freire

“Antes de desejarmos fortemente uma coisa, devemos examinar primeiro qual a felicidade daquele que a possui.”
La Rochefoucald

“Para se ser feliz até um certo ponto é preciso ter-se sofrido até esse mesmo ponto.”
Edgar Alan Poe

“Não há nada mais terrível do que uma ignorância ativa.”
Goethe

“Nada perturba tanto a vida humana como a ignorância do bem e do mal.”
Cícero

“Os grandes navegadores devem sua reputação aos temporais e tempestades.”
Epicuro

“É mais importante fazer as coisas que devem ser feitas do que fazer as coisas como devem ser feitas.”
P. Drucker

“Devemos seguir adiante, penetrar no desconhecido, no incerto e no inseguro, e utilizar nosso entendimento – o que temos – em fazer planos tanto para a segurança como para a liberdade.”
Karl Popper

“Na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma.”
Lavoisier

“Nasci aqui mesmo no Rio de Janeiro, três meses depois da morte de meu pai, e perdi minha mãe antes dos três anos. Essas e outras mortes ocorridas na família acarretaram muitos contratempos materiais, mas, ao mesmo tempo, me deram, desde pequenina, uma tal intimidade com a Morte que docemente aprendi essas relações entre o Efêmero e o Eterno.”
Cecília Meireles

“A verdade nunca é injusta; pode magoar, mas não deixa ferida.”
Eduardo Girão

“A repetição não transforma uma mentira numa verdade.”
Roosevelt

COLUNA DO JUCA – Rumorejando (Triste ver o presidente da República com relação a crise do Senado, palpitando)(09/08/09) – por josé zokner / curitiba

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I

Deu na mídia: “PMDB retaliará Virgílio com até quatro representações”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejandoacha que a gente sobrevive porque eles guerreiam politicamente entre si, ainda que oJUCA - Jzockner pequenissima (1)corporativismo seja muito forte. Afinal, ninguém é de ferro para se opor aos projetos que beneficiam a todos eles. Se houvesse só aliados entre eles, nós estaríamos todos ferrados*…

*Usamos a palavra “ferrados” porque somos educados.

Constatação II

Este assim chamado escriba se pôs a assistir o jogo Fluminense e Atlético pela televisão. As duas emissoras de televisão que transmitem o futebol estavam transmitindo esse jogo. Não havia, portanto outra opção. O jogo foi tão ruim que este assim chamado escriba pagou pecados que ainda não cometeu. Ficou credor de cometer pecados. Com o meu Paraná não tem sido diferente. Pena!

Constatação III (Pseudo-soneto da série Ah, o Amor…).

Você e insaciável

Mas eu já não agüento

A tua sede notável

Nem mais um momento.

Você esquece

Que sou septuagenário

E não arrefece

Muito ao contrario.

Como não tá morto

Quem peleia

Supero o, digamos, desconforto.

Patino, mas não esmoreço,

Vou comer mais aveia.

Caso contrário desfaleço…

Constatação IV

20 assuntos de agrado deste assim chamado escriba:

-O humor de Tutty Vasques no Estadão;

-O programa Certa Vez do amigo Beto Guiz que é levado na Rádio Educativa;

-O desempenho dos atores brasileiros;

-Publicidade inteligente. Exemplo: a das sandálias Havaianas;

-Um jogo de truco com parceiros de nível;

-Mulher não turbinada;

-Livro de prosa ou poesia que seja entendível por um simples mortal;

-A Estrada da Graciosa ou por trem para Antonina, Morretes e Paranaguá;

-As diversas regiões do estado do Paraná; os pontos turísticos, mormente Vila Velha e               Foz do Iguaçu;

-A emoção de ver os atletas, times ou a seleção do Brasil ganhar e a bandeira brasileira sendo hasteada enquanto o hino brasileiro é tocado;

-Escutar música clássica, o Quinteto e Orquestra Armorial; Chorinhos, Elomar, Noel Rosa, os uruguaios Daniel Viglietti e Alfredo Zitarrosa, o argentino José Larralde, os tangos clássicos, a música gauchesca, os discos produzidos por Marcus Pereira, etc.

-Cinema brasileiro e dos hermanos;

-Torcer pro Paraná;

-Os gols da rodada (assistir um jogo inteiro é muita perda de tempo porque jogos bem disputados são muito raros);

-Ler os gurus Millôr Fernandes, Mário Quintana, Mario Benedetti;

-Rodar pião;

-Assistir o balê do grupo Corpo;

-Sentir a mão dos netos segurando a nossa mão;

-As reações das minhas cachorras com suas diversas personalidades;

-Chimarrão.

Constatação V

Deu na mídia: O Bradesco informou que encerrou o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 2,297 bilhões, o que representa um crescimento de 14,7% em relação ao apurado em igual período de 2008”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas será que não tá na hora de socializar estes lucros bancários para deixar de serem pornográficos e mais pessoas usufruírem? Cartas. Obrigado.

Constatação VI

Não se pode confundir despontar com desapontar, até porque você vai se desapontar quando uma pessoa desagradável despontarna esquina para te visitar. Da sogra, nem falar…

Constatação VII (Quadrinha para ser recitada pelo presidente do Senado).

O Senado não está desmoralizado.

É tudo intriga da Oposição.

Alguém não é bem comportado

Mas isso representa uma exceção.

Constatação VIII (Quadrinha para ser recitada pelo presidente da Câmara dos Deputados).

Deixaram a gente em paz

Os olhos tão voltados pro Senado

Afinal a gente é eficaz

E, de há muito, já está tarimbado.

Constatação IX (Quadrinha para ser recitada pelos eleitores).

Somos obrigados a votar

Se não paga-se uma multa

E mesmo se novos forem pro lugar

Absolutamente em nada resulta.

Constatação X (Quadrinha para ser recitada por quem já é septuagenário).

Não sou mais obrigado a votar

Assim não preciso anular os meus votos

Meu tempo fora não posso jogar

Que já perdi em tempos remotos.

Constatação XI’(Quadrinha para ser recitada pela mulher do candidato eleito).

Agora, vou poder comprar na Daslu,

Que sempre foi o meu desiderato.

Chega de se vestir como jacu

Como antes dele assumir o mandato.

DARCI RIBEIRO, SEUS PENSAMENTOS, SUAS FRASES E POESIAS / rio de janeiro

“Memória…Através dela daremos livros, livros a-mãos-cheias, a todo o povo. O livro, bem sabemos, é o tijolo com que se constrói o espírito. Fazê-lo acessível é multiplicar tanto os herdeiros quanto os enriquecedores do patrimônio literário, científico e humanístico, que é, talvez, o bem maior da cultura humana.”

.

“Nós, brasileiros, somos um povo em ser, impedido de sê-lo. Um povo mestiço na carne e no espírito, já que aqui a mestiçagem jamais foi crime ou pecado. Nela fomos feitos e ainda continuamos nos fazendo. Essa massa de nativos viveu por séculos sem consciência de si… Assim foi até se definir como uma nova identidade étnico-nacional, a de brasileiros…”

.

“Por isso mesmo, o Brasil sempre foi, ainda é, um moinho de gastar gentes.

Construímo-nos queimando milhões de índios.Depois, queimamos milhões de negros.

Atualmente, estamos queimando, desgastando milhões de mestiços brasileiros, na produção não do que eles consomem, mas do que dá lucro às classes empresariais.”

.

“Dizem, também, que nosso território é pobre – uma balela. Repetem, incansáveis, que nossa sociedade tradicional era muito atrasada – outra balela. Produzimos, no período colonial, muito mais riqueza de exportação que a América do Norte e edificamos cidades majestosas corno o Rio, a Bahia, Recife, Olinda, Ouro Preto, que eles jamais conheceram.”

.

“Nosso povo preservará, depois dessa drástica cirurgia, a vitalidade indispensável para sair do atraso ou estará condenado a afundar cada vez mais no subdesenvolvimento? Quem está interessado em que o Brasil seja capado e esterilizado? Serão brasileiros?”

.

“Só há duas opções nesta vida: se resignar ou se indignar. E eu não vou me resignar nunca.”

.

“O Delta do Amazonas constitui uma das áreas de mais antiga ocupação européia no Brasil. Já nos primeiros anos do século XVII ali se instalaram soldados e colonos portugueses, inicialmente para expulsar franceses, ingleses e holandeses que disputavam seu domínio, depois como núcleos de ocupação permanente. Estes núcleos encontrariam uma base econômica na exploração de produtos florestais como o cacau, o cravo, a canela, a salsaparrilha, a baunilha, a copaíba que tinham mercado certo na Europa e podiam ser colhidos, elaborados e transportados com o concurso da mão-de-obra indígena, farta e acessível naqueles primeiros tempos.”

.

“Embora a civilização nas zonas de fronteira seja algo tosca e desconjuntada, é sempre a civilização ocidental que avança através da sua encarnação na sociedade brasileira. O que oferece aos índios não são, naturalmente, as conquistas te cnicas e humanísticas de que se orgulha, mas a versão degradada destas, de que são herdeiros os proletariados externos dos seus centros de poder.”

.

“Fracassei em tudo o que tentei na vida. Tentei alfabetizar as crianças brasileiras, não consegui. Tentei salvar os índios, não consegui. Tentei fazer uma universidade séria e fracassei. Tentei fazer o Brasil desenvolver-se autonomamente e fracassei. Mas os fracassos são minhas vitórias. Eu detestaria estar no lugar de quem me venceu.”

.

“O Brasil cresceu visivelmente nos últimos 80 anos. Cresceu mal, porém. Cresceu como um boi mantido, desde bezerro, dentro de uma jaula de ferro. Nossa jaula são as estruturas sociais medíocres, inscritas nas leis, para compor um país da pobreza na província mais  BELA da terra. Sendo assim, no Brasil do futuro, a maioria da gente nascerá e viverá nas ruas, em fome canina e ignorância figadal, enquanto a minoria rica, com medo dos pobres, se recolherá em confortáveis campos de concentração, cercados de arame farpado e eletrificado.

Entretanto, é tão fácil nos livrarmos dessas teias, e tão necessário, que dói em nós… A nossa conivência culposa.”

.

“ Nessa casona, hoje, um homem espera a Morte.

Eu. Nem homem sou.

Sou é um des-homem,

de punhos atados,

de dentes cerrados,

de pernas peadas,

aos pés do Senhor!

Quanta coisa boa!

Mas devo respeitar o espaço, e só tenho  TEMPO de falar de Emilinha,

uma gostosura de poema e de figura:

Emilinha não era desse mundo.

Ou era, demais da conta.

Safada de nascença.

Nela havia o sumo de dez,

de cem mulheres

muito fêmeas.

Tanto que extravasava,

sopitava em cheiros e barbas.

Suspiros e choros.

Era uma força viva,

selvagem como esses bichos silvestres.

Emilinha me fez homem

como jamais fui antes nem depois.

parecia até feitiço.

Eu e ela inesgotáveis…

Vi por fim,

me convenci,

de que Lea me vencia,

me amofinava.

Era mulher demais para um homem só.

Eu não podia com a mulinha!”.

.

“ Ele sentava na ponta do banco, comendo no prato com a mão,

fazendo capitão e me escutando.

Lindo, quando ele fala de Benedito Gomes:

Chamei o compadre Benedito.

homem de  SABEDORIA,

para ver se descobria

e me explicava a causa de tanto urubu

Não sabia! Ótimo quando se vê como o mulo:

Aquele sim, é o homem

que eu sou,

inteiro. Cabal.

Sossegado, Valente

Realizado.

Contente.

Isso tudo, sem saber.

Inocente “

SOBRE A POESIA, OS POETAS – editoria

  • “O poema não é feito dessas letras que eu espeto como pregos, mas do branco que fica no papel’

Paul Claudel

-.-

  • “O poeta faz-se vendo através de um longo, imenso e sensato desregramento de todos os sentidos”

Arthur Rimbaud

  • “A poesia não voltará a ritmar a acção; ela passará a antecipar-se-lhe”

Arthur Rimbaud

-.-

  • “Deus, que nos fizeste mortais, porque é que nos deste a sede de eternidade de que é feito o poeta?”

Luis Cernuda

-.-

  • “A poesia não é nem pode ser lógica. A raiz da poesia assenta precisamente no absurdo”

José Hidalgo

-.-

  • “Fazer poesia é confessar-se”

Friedrich Klopstock

-.-

  • “A poesia numa obra é o que faz aparecer o invisível”

Nathalie Sarraute

-.-

  • “Para mim, o importante em poesia é a qualidade da eternidade que um poema poderá deixar em quem o lê sem a ideia de tempo”

Juan Ramón Jiménez

-.-

  • “A poesia é um nexo entre dois mistérios: o do poeta e o do leitor”

Dámaso Alonso