POEMA de ANTONIN ARTAUD – 1896/1948*

“Quem sou eu?
De onde venho?
Sou Antonin Artaud
e basta que eu o diga
Como só eu o sei dizer
e imediatamente
hão de ver meu corpo
atual,
voar em pedaços
e se juntar
sob dez mil aspectos
diversos.
Um novo corpo
no qual nunca mais
poderão esquecer.
Eu, Antonin Artaud, sou meu filho,
meu pai,
minha mãe,
e eu mesmo.
Eu represento Antonin Artaud!
Estou sempre
morto.
Mas um vivo morto,
Um morto vivo.
Sou um morto

Sempre vivo.
A tragédia em cena já não me basta.
Quero transportá-la para minha vida.

Eu represento totalmente a minha vida.

Onde as pessoas procuram criar obras
de arte, eu pretendo mostrar o meu
espírito.
Não concebo uma obra de arte
dissociada da vida.

Este Artaud, mas, por falta do que fazer…

Eu, o senhor Antonin Artaud,
nascido em Marseille
no dia 4 de setembro de 1896,
eu sou Satã e eu sou Deus,
e pouco me importa a Virgem Maria.

 

 

 

12 Respostas

  1. Geancarlo Lemos da Silva | Responder

    Artaud, Antonin Gênio do teatro e da poesia moderna, surrealista por excelência em sua criação artística pertence a um seleto grupo de intelectuais que ousaram questionar o estabelecido como padrão artístico e comportamental. Então, neste quisito reside o seu caráter e valor literário e pessoal, além disso, o seu virtuosismo, emociona, choca, faz questionar, proporciona sensações ambivalentes e principalmente faz pensar. A poesia de Artaud é para aqueles que querem ser libertos “das galés da razão”, e são capazes de questionar a autoridade de ” Deus ou do Diabo” (o certo e o errado e o seu maniqueismo e bipolaridade).

  2. Só Artaud pra trazer a tona meu espírito que dita palavras:
    Não quero mais a superficialidade a poucos centímetros abaixo da pele. Um respirar curto……..travado. Busco cheia de medos a profundidade da alma que vai além da supefície dos poros.
    Cerro minha boca ao alcool e meu nariz aos cheiros. Mergulho na angústia, na dor e nas dores do mundo. Enfrento meus medos,minhas raivas. Afundo no BARDO que está minha vida e só assim sairei leve como o Pássaro e forte como a Águia liberta com suas asas enormes ao vento.

    1. Loucomotiva

      Ah essa tal auto sabotagem
      Esclarece o trecho da passagem
      e conduz o ritmo da viagem.
      Nessa locomotiva não pode haver orgulho nem arrogância no coração do maquinista. A locomotiva segue adiante, por sobre os trilhos nada é tão perto nem tão distante.
      O louco motiva, inspira, fascina desperta, Inquieta incomoda quando passa.
      O loucomotiva não tem pretensão ele é tenso quando pisa e desperta o seu tesão Com ou sem um copo de whisky na mão.

      Vozes do Bardo
      Joseph Syghor

  3. Lendo Artaud sinto-me como uma alma sendo lida por outra.

  4. artaud faz a cabeça e tudo. magnifico

  5. Eu não separo a minha arte da minha vida !

    Artaud

  6. Demais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Dá-lhe Saramago.Dá-lhe Artaud!!!!!!!!!!!!!!!!!

  7. Artaud, não é o ataúde das artes, e sim, o protoplasma da combinação antagônica do eu e do outro no duplo de uma voz mantida pelo alerta duvidoso dos eletrochoques…

    Morrer com um sapato na mão. E o dedo no espaço entre o amanhecer citadino. Há evolução, sei, no infinito dentro de cada um…Artaud era isso. E mais a anarquia que protagonizava o exílio. primeiro: da palavra. depois do teatro sem vertigens…

  8. abaixo todas as religiões!

  9. Extremamente absoluto este poema de Artaud. Esta impregância do mais alto valor da vivência subjetiva se apodera destes versos de maneira sublime!!!!!

  10. é sempre um prazer conhecer um poeta tão expressivo e verdadeiro. pena que no Brasil não o divulguem tanto. realmente, quem não tem acesso a internete está desconectado do mundo. muito obrigado mesmo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: